quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Barack Obama faz discurso sobre Religião, Política e a necessidade de aplicação da Democracia antes de qualquer fé

A Democracia exige que aqueles que são motivados pela religião, traduzam suas preocupações em valores universais, ao invés de específicos de uma religião. As pessoas estão cansadas de ver a fé ser utilizada como ferramenta de ataque.

Por: MixGospelNews
Fonte: Youtube

Barack Obama faz discurso sobre Religião, Política e a necessidade de aplicação da Democracia antes de qualquer fé
Dada a crescente diversidade das populações dos Estados Unidos, os ricos de sectarismo, estão maiores do que nunca.

O que quer que nós já tenhamos sido, nós não somos mais uma nação Cristã. Pelo menos não somente...

Nós somos também uma Nação Judaica, uma Nação Muçulmana e uma Nação Budista e uma Nação Hindu e uma Nação também de descrentes.

E mesmo se nós tivéssemos apenas Cristãos entre nós, se expulsássemos todos os não-cristãos dos Estados Unidos da América, qual Cristianismo ensinaríamos nas escolas?

Seria o Cristianismo de James Dobson, ou o Cristianismo de Al Sharpton?

Que passagem das escrituras deveriam instruir as nossas políticas públicas?

Deveríamos escolher o livro de Levíticos?
Que sugere que a escravidão é aceitável e que comer frutos do mar é uma abominação?

Ou poderíamos escolher o livro de Deuteronômio?
Que sugere apedrejar o seu filho se ele se desviar da fé?

Ou deveríamos apenas ficar com o Sermão da Montanha?
Uma passagem que é tão radical, que nos faz duvidar se o departamento de defesa Americano sobreviveria à sua aplicação!

Então... Antes de nos empolgarmos, vamos ler as nossas bíblias agora! As pessoas não têm lido a bíblia.

O que me trás ao meu segundo ponto:

A Democracia exige que aqueles que são motivados pela religião, traduzam suas preocupações em valores universais, ao invés de específicos de uma religião.

O que eu (Barack Obama) quero dizer com isso?

Ela (Democracia) requer que as propostas dela estejam sujeitas a discussão e que sejam influenciáveis pela razão.

Eu posso ser contra o aborto por razões religiosas, por exemplo. Mas, se eu quiser aprovar uma lei proibindo a prática do aborto, eu não posso simplesmente recorrer aos ensinamentos da minha Igreja ou invocar a vontade Divina; Eu tenho que explicar que o aborto viola princípios acessíveis a pessoas de todas as fés, incluindo aqueles sem fé alguma...

Agora... isso vai ser difícil para alguns que acreditam na inerrância da bíblia (como muitos evangélicos acreditam); Mas, numa sociedade pluralista nós não temos escolha.

A política depende das nossas habilidades de persuadir uns aos outros; De objetivos comuns, com base numa realidade comum. Ela envolve negociação, a arte daquilo que é possível.

E em algum nível fundamental, a religião não permite negociar! é a arte do impossível.

Se Deus falou, então espera-se que os seguidores vivam de acordo com os editos de Deus, sem se importar com as consequências disto.

Agora, basear a vida de uma pessoa em compromissos tão inegociáveis pode ser sublime! Mas, basear nossas decisões políticas em tais compromissos seria algo perigoso! E se você duvida disso, deixe-me lhe dar um exemplo:

Nós todos conhecemos a história de Abraão e Isaac. Abraão foi ordenado por Deus a sacrificar o seu único filho; Sem discutir, ele leva Isaac ao topo da montanha e o amarra no altar, levanta a sua faca, prepara-se para agir conforme Deus lhe ordenara.

Hoje nós sabemos que as coisas deram certo; Que Deus enviou um anjo para interceder no último minuto e que Abraão passou no teste de devoção a Deus.

Mas, é justo dizer que: Se qualquer um de nós saísse desta Igreja e visse Abraão no telhado de uma casa, levantando sua faca contra o próprio filho; Iríamos no mínimo chamar a polícia! e esperaríamos que o departamento de proteção à Criança e à Família tirasse de Abraão a guarda de Isaac.

Nós faríamos isso, porque nós não ouvimos o que Abraão ouviu! Nós não vimos o que Abraão viu! Então, é melhor agirmos de acordo com as coisas que todos nós vemos e que todos nós ouvimos. A jurisprudência é bom senso básico.

Então... nós temos algum trabalho para fazer aqui, mas eu tenho esperança de que poderemos transpor um hiato que existe e superar os preconceitos que todos nós (em maior ou menor grau) trazemos a este debate! E eu tenho fé que milhões de Americanos Crentes, querem que isso aconteça.

Não importa o quão religiosos eles possam ser ou não; As pessoas estão cansadas de ver a fé ser utilizada como ferramenta de ataque.

Elas... Não querem que a fé seja usada para diminuir ou dividir, porque no final não é dessa forma que elas vêm a fé nas suas próprias vidas.

Barack Obama

Assista o Vídeo:


www.amigosdebolso.com.br

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Pesquisa mostra que 16% da população mundial não têm religião

Em tamanho, o grupo só é inferior aos formados por cristãos e muçulmanos. Em seis países, pessoas sem religião são maioria

Por: José Antonio Lima , CartaCapital

"Homens sagrados" hindus participam de cerimônia em Allahabad, na Índia, nesta terça-feira 18. O festival Kumbh Mela, que em 2013 ocorre em janeiro e fevereiro, é a maior reunião de pessoas por motivo religioso do mundo. Foto: Sanjay Konojia / AFP
"Homens sagrados" hindus
Um levantamento feito pelo Fórum Pew para Religião e Vida pública com base em estudos demográficos de 230 países e territórios estima que 1,1 bilhão de pessoas (16,3% da população mundial) não possuem qualquer filiação religiosa. O grupo de pessoas sem religião (que não necessariamente são ateias) é o terceiro maior do levantamento, atrás apenas dos cristãos (31,5%) e muçulmanos (23,2%), e à frente do número de hindus (15%), budistas (7,1%), religiões folclóricas (5,9%), judeus (0,2%) e outras religiões (0,8%).

Segundo os números do Pew, as pessoas sem religião estão concentradas principalmente na região da Ásia-Pacífico. São 858,5 milhões de pessoas sem filiação religiosa (76% do total do grupo). Estão na Ásia quatro dos seis países/territórios em que a maioria das pessoas não é filiada a religiões: Coreia do Norte (71%), Japão (57%), Hong Kong (56%) e China (52%).

Os outros dois países com maioria de não religiosos são a República Tcheca (76%) e a Estônia (60%). A Europa é a segunda região com mais pessoas sem filiação - com 134,8 milhões (12%). Em seguida aparecem Europa América do Norte, com 59 milhões (5,2%); América Latina e Caribe, com 45,3 milhões (4%); África Subsaariana, com 26,5 milhões (2,4%); e Oriente Médio e Norte da África, 2,1 milhões (menos de 1%).

Os números obtidos pelo Pew são referentes a dados de 2010 e o instituto não fez comparação com anos anteriores. Há, entretanto, crescimento notório de pessoas sem religião em diversos países. No Brasil, o Censo 2012, feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou que entre 2000 e 2010 a porcentagem de não religiosos no país foi de 7,3%) para 8%.

Nos Estados Unidos, esse grupo chega a quase um quinto da população (20%), após rápido crescimento desde 2007, quando representava 15% dos norte-americanos. No Reino Unido, dados do censo divulgados na semana passada mostraram que o número de pessoas sem religião foi de 15% para 25% entre 2001 e 2011. Na Austrália, no mesmo período, o censo local mostrou crescimento dos sem religião de 15% para 22,3%.

O número de pessoas sem religião não necessariamente significa que elas não acreditam em deus. Há no grupo ateus, agnósticos e pessoas que não se identificam com uma religião. Segundo o Pew, é grande o número de pessoas do grupo que creem em "deus ou em uma força maior". Na China, são 7%, na França, 30%, e, nos Estados Unidos, 68%.

Cristãos são maioria no mundo

O cristianismo ainda é a religião majoritária, com 2,2 bilhões de filiados, cerca de 31,5% da população. As maiores incidências de cristãos estão na Europa, na América Latina e no Caribe e na África Subsaariana.

O Brasil é o segundo país com mais cristãos. São 173 milhões, atrás apenas dos Estados Unidos, onde há 243 milhões de cristãos. México, Rússia, Filipinas, Nigéria, China, República Democrática do Congo, Alemanha e Etiópia são os países que aparecem em seguida.

Os cristãos são bastante divididos. Os católicos representam metade (50%) dos cristãos, enquanto as diversas denominações protestantes representam 37%. Os ortodoxos (incluindo as igrejas da Rússia e da Grécia) são 12% e outras denominações (como mórmons e testemunhas de Jeová) representam 1%.

Os muçulmanos são o segundo maior grupo religioso do mundo. Há 1,6 bilhão deles pelo mundo, sendo 985 milhões na Ásia-Pacífico (61,7%); 317 milhões (19,8%) no Oriente Médio e Norte da África; 248 milhões (15,5%) na África Subsaariana; 43,4 milhões (2,7%) na Europa; 3,4 milhões (0,2%) na América do Norte; e 840 mil (0,1%) na América Latina e Caribe.

Leia mais aqui: http://www.cartacapital.com.br


www.amigosdebolso.com.br

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Escândalo: vídeo mostra pastor da Assembleia de Deus transando com fiel

As cenas de sexo entre um pastor e uma fiel, no município de Canindé de São Francisco repercutiu em todo sertão de Sergipe.

Por: tocooliver

O Pastor Manoel Macambira, conhecido por Dedé, da Igreja Assembleia de Deus, do Povoado Capim Grosso, praticou o adultério com uma  fiel de 35 anos em um Motel. O vídeo vazou na internet e através de celulares.

O pastor foi excluído da Congregação, sendo impedido de exercer o cargo. Manoel Macambira é natural de Alagoas, onde já foi preso por tráfico de drogas. Após sua prisão, na década de 90, “Dedé” se tornou evangélico e foi morar no interior sergipano.

Populares contam que a mulher é casada e tem quatro filhos.

A polícia de Sergipe investiga o vazamento do vídeo que compromete o evangélico. Segundo informações as  imagens foram feitas pelo próprio casal.

Leia mais aqui: http://tocooliver.blogspot.com.br


www.amigosdebolso.com.br

sábado, 17 de novembro de 2012

Ratinho e Apóstolo Valdemiro, afrontas e ameaças mútuas

Assista - Vídeo 1 - Ao assistir uma matéria na qual um dos fiéis da Igreja Mundial do Reino de Deus conta um milagre, o apresentador Ratinho (SBT), inflama-se e passa a criticar e ameaçar em seu programa (ao vivo) o  um dos Pastores da Igreja Mundial. O Vídeo mostra além das ameaças ao Pastor da Mundial, uma outra afronta do apresentador a um outro grande líder religioso: Apóstolo Estevam Hernandes.


Assista - Vídeo 2 Apóstolo Valdemiro fala sobre as críticas e ameaças do Apresentador Ratinho. O Apóstolo chega a dizer que: Ratinho pode sofrer graves consequências por conta da sua atitude.



Assista - Vídeo 3 Ratinho ao participar do Programa "Agora é Tarde" diz que houve um mal entendido e que Valdemiro o interpretou errado:




www.amigosdebolso.com.br



quarta-feira, 29 de agosto de 2012

João Alexandre declara sua desvinculação do movimento gospel

Movimento é associado ao mundanismo e mercantilismo por líderes religiosos

Por: Jussara Teixeira, GospelPrime

João Alexandre (Ex-Cantor Gospel)
O cantor e compositor João Alexandre, cujas canções são entoadas em diversas igrejas evangélicas brasileiras declarou pelo Facebook que não faz mais parte do movimento gospel brasileiro, que ele chama de “importado”.

“Por favor, quando alguém se referir a mim ou ao meu trabalho, não utilize esta forma de me definir e nem me inclua dentro desse “idiotizado” mercado, pelo bem da verdadeira Música Cristã Brasileira e de seus honrados e dedicados compositores, artistas e poetas que, assim como eu, sobrevivem, a duras penas, de seus talentos e trabalhos, nadando na contramão da escravidão imposta pela grande mídia!”, escreveu.

Segundo o compositor presbiteriano, o termo “Gospel” tomou um significado que remete à exposição dos artistas e aos altos cachês. “O termo ‘Gospel’ tem uma conotação mercadológica baseada na fama, na grana e na idolatria de artistas, bandas, gravadoras, formatos musicais, mensagens positivistas, entre outras distorções que variam conforme a conveniência dos tempos e dos “bolsos” dos brasileiros, cristãos ou não!”.

Não é de hoje que o movimento gospel é criticado por diversos líderes religiosos como sendo uma abertura ao mundanismo dentro das igrejas, além de ser associado à baixa qualidade musical.

O reverendo Augustus Nicodemus, professor de Novo Testamento do Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper, postou em seu blog sua opinião a respeito disso.

“O movimento ‘gospel’ recentemente mostrou sua popularidade ao ter o festival Promessas veiculado pela emissora de maior audiência do país. Não me preocupa tanto o fato de que a Rede Globo exibiu o show, mas a mensagem que foi passada ali”, disse o teólogo, e continuou: “a teologia gospel confunde ‘adoração’ com pregação, exalta o louvor como o principal elemento do culto público, anuncia um evangelho que não chama pecadores e crentes ao arrependimento e mudança de vida, que promete vitórias mediante o louvor e a declaração de frases de efeito e que ignora boa parte do que a Bíblia ensina sobre humildade, modéstia, sobriedade e separação do mundo”, considerou Nicodemus.

Para o estudioso, os shows gospel se tornaram a única forma de culto para muitos jovens. Ele prevê que o impacto negativo e a superficialidade desse movimento será sentida na próxima geração  “especialmente na incapacidade de impedir a entrada de falsos ensinamentos e doutrinas erradas”.

As canções evangélicas que fazem parte desse movimento deixaram de ser executadas somente nas igrejas e passaram a ser transmitidas em rádios seculares e até em grande emissoras de TV.

A TV Globo, em 2011, reservou 75 minutos de sua programação de final de ano para veicular o Festival Promessas, transmitindo os shows de conhecidos artistas do meio. A boa audiência obtida com a primeira experiência já fez a emissora programar para 2012 um novo especial do festival de música gospel.

Nicodemus analisa ainda o conteúdo das canções gospel. “São cânticos permeados de conceitos arminianos, neopentecostais, da teologia da prosperidade e da batalha espiritual”, explica.

João Alexandre terminou sua postagem na rede social dizendo que pretende primar pela honestidade em seu trabalho.

“Quero como qualquer músico que busca a excelência, fazer o melhor que posso com aquilo que tenho, de forma honesta e verdadeira, dormir com a consciência tranquila de que cumpro a missão que Deus me deu (de cantar sempre a Verdade!) e agradecer todos os dias a Ele por aqueles que me deixam fazer parte de seus ouvidos e de suas existências!

Ele termina com um pedido para quem concorda com ele que compartilhem a mensagem. “Se vc está no meu time, compartilhe! Se não, me perdoe!”

Leia mais aqui: http://musica.gospelprime.com.br


www.amigosdebolso.com.br

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Menino de 2 anos acorda durante seu próprio velório e pede água!

Criança de 2 anos estava sendo velada, quando se levantou no caixão e pediu água para o Pai. Ele foi levado às pressas para o Hospital, mas chegou lá sem vida. Veja aqui qual foi o resultado da perícia realizada pela polícia.

Por: http://youtu.be/QmQZatNZRm4

2 years old boy wakes up at his own wake!
Uma criança de apenas dois anos de idade, acordou, durante o seu próprio velório, sentou-se no caixão e pediu água para o seu Pai!

O fato aconteceu em Belém; Segundo parentes e pessoas presentes no local. Depois disso, o menino Kelvys Simão dos Santos, foi levado para o hospital, mas chegou morto.

A Polícia Civil do Pará investiga se houve erro médico na declaração da "primeira morte", mas, na ilha de Cotijuba, em que o fato ocorreu, há quem diga que foi um milagre ou algo sobrenatural. Havia cerca de 50 pessoas no velório.

Kelvys foi internado em um hospital estadual com febre e falta de ar na sexta-feira. À noite, o hospital constatou a morte da criança. A declaração de óbito aponta como causa da morte insuficiência respiratória, broncopneumonia e desidratação.

As cavidades de seu corpo foram tamponadas e Kelvys foi colocado em um "lençol de cadáver", que é uma espécie de saco plástico, para depois ser levado à funerária.

Segundo o hospital, ele passou cerca de três horas sem poder respirar. A família, porém, diz que retirou os algodões de suas narinas e boca e abriu o saco plástico.

Durante o velório, segundo a pastora Maria Raimunda Batista, ele "estava se mexendo o tempo todo".

O pai do menino, o agricultor Antônio dos Santos, diz que por volta das 14h as pessoas presentes começaram a fazer massagem cardíaca no menino, até que ele cuspiu restos de algodão que haviam sido colocados em sua boca.

Logo depois, diz, o menino sentou no caixão e disse "Pai, água".

"O povo entrou em pânico, a avó dele desmaiou. O pai e a mãe dele ficaram muito felizes", disse a pastora. O menino foi levado ao hospital imediatamente, segundo o pai, mas já chegou morto.

INVESTIGAÇÃO

O pai do menino diz acreditar que a criança reagiu aos medicamentos que haviam sido dados no hospital na tentativa de ressuscitá-lo depois que o óbito já havia sido declarado, e por isso acordou no velório.

A direção do hospital afirmou, em nota, que só será possível esclarecer o episódio caso o corpo da criança seja exumado.

De acordo com a Polícia Civil, a depender dos depoimentos colhidos na fase preliminar da investigação pode ser determinada a abertura de inquérito e feito o pedido de exumação.

O hospital deixou a investigação a cargo da polícia. "Se a criança estivesse viva, ela não ia aguentar ficar tanto tempo tamponada. Por isso que achamos estranho e queremos também uma explicação", afirmou a diretora do Hospital Regional Abelardo Santos.

DEPOIMENTO DO PAI E TESTEMUNHAS




25/07/2012 - Corpo do menino é exumado para pericia

Detalhes da conclusão da perícia ainda não foram divulgados pela polícia. Familiares dizem que criança teria acordado durante velório.

O documento com a conclusão dos peritos foi entregue ao delegado que investiga o caso, Rogério Moraes, o qual havia pedido a exumação do corpo para saber exatamente a data e as causas da morte da criança. Os detalhes sobre as conclusões do laudo ainda não foram divulgadas pela polícia civil.

Corpo de menino exumado para análise na Ilha de Cotijuba, em Belém (Foto: Tarso Sarraf/ O Liberal)
Corpo de menino exumado para análise na Ilha de Cotijuba, em Belém (Foto: Tarso Sarraf/ O Liberal)
Segundo perito do Instituto Médico Legal (IML) que acompanhou a exumação do corpo do menino Kelvys Santos, realizada neste sábado (23) na Ilha de Cotijuba, em Belém (PA), o laudo que indicará a causa e a hora aproximada da morte da criança deve ser divulgado em 20 dias. Kelvys foi declarado morto no dia 1º de junho deste ano, mas segundo a família, ele teria levantado durante velório e pedido água. 

O delegado responsável pelo caso, Rogério Moraes, integrantes da polícia civil, dois médicos e dois técnicos do IML iniciaram o procedimento de retirada do corpo do menino por volta das 11h, quando iniciou a análise de necrópsia ainda no Cemitério de Cotijuba.

Segundo os peritos, o corpo do menino foi analisado no local. As amostras de vários órgãos foram coletadas para realizar exames patológicos. O IML também recolheu amostras da água do poço, do qual foi retirada a água que a criança teria tomado após acordar no velório.

"Vamos comparar a água da fonte com a água do estômago da criança. Mas os laudos só devem ficar pontos em cerca de 20 dias. Ele vai apontar a causa e a hora aproximada da morte", explicou o médico legista Mário Beloni, que realizou os exames.

Segundo o delegado Rogério Moraes, novas informações vieram a tona durante a conversa entre os perítos e os pais de Kelvys e mais testemunhas serão ouvidas pela polícia. "Os novos depoimentos devem acontecer na próxima semana, mas o laudo, essencial para as investigações vai ficar pronto em cerca de 20 dias, o que significa que as investigações devem se estender por mais 30 dias", estimou o delegado.

27/07/2012 - Polícia conclui que garoto Kelvys morreu no Hospital Abelardo Santos

O delegado Rogério Moraes, titular da Delegacia de Ordem Administrativa (DOA), apresentou na manhã desta sexta-feira (27) o resultado do inquérito policial que investigou a morte do garoto Kelvys Simão dos Santos, 2 anos. Segundo o delegado, não há dúvidas de que o garoto estava morto desde às 19h40, do dia 1 de junho, no Hospital Abelardo Santos, distrito de Icoaraci.

“Não há dúvidas quanto ao horário da morte do garoto. As informações obtidas nos depoimentos e através do laudo de exumação cadavérica, não deixam dúvidas. Kelvys estava morto desde às 19h40, no Hospital Abelardo Santos”, afirma a autoridade policial. Além dos depoimentos e do laudo produzido pelo Instituto Médico Legal (IML) do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, foi adicionado ao inquérito um saco cadavérico idêntico ao usado durante o transporte do corpo da criança de Icoaraci até à ilha de Cotijuba. “Não tem como uma pessoa sobreviver por 4 horas dentro de um saco como aquele”, afirma o delegado.

"O depoimento do avô da vítima foi muito importante para a elucidação do caso. Ele contou à Polícia e ao perito do IML que quando o corpo da criança foi levantado do caixão ele apresentava uma mancha escura na costa, o que é chamado na medicina legal de livor mortis  - que é a acomodação das células vermelhas do sangue nas áreas inferiores do corpo, por conta da ação gravitacional. O livor mortis é uma prova incontestável de que o garoto já estava morto", explica o delegado.

Rogério Moraes explica que todos os fatos ocorridos durante o velório possuem uma explicação científica. "É importante deixar claro que ninguém mentiu durante os depoimentos. Tudo o que foi relatado pelos familiares realmente aconteceu. A criança apresentou sudorese e sinais que aparentavam ser de respiração. Ocorre que os sinais foram mal interpretados. Infelizmente a criança faleceu no hospital, em Icoaraci", afirma o delegado.

O inquérito policial será encaminhado para o Ministério Público Estadual.

Entenda do caso

O menino de dois anos deu entrada no Hospital Abelardo Santos, em Icoaraci, distrito de Belém no dia 31 de maio. Durante o tratamento para pneumonia, a criança teve uma parada cárdiorespiratória, indicada como a causa da morte da criança.

Familiares levaram a criança para ser enterrada na Ilha de Cotijuba, onde vivem, mas testemunhas dizem que o menino teria levantado e pedido água ao pai durante o velório. Kelvys chegou a ser levado ao Posto de Saúde da Ilha de Cotijuba mas chegou morto ao local.

"Mais de 60 pessoas viram o que aconteceu. E eu não teria como pedir para as pessoas que testemunhassem algo que não existiu. Como eles deram um laudo de morte para alguém que não estava morto? Eu acredito que, agora, as autoridades vão me dar essa explicação", disse o pai do menino, Antônio dos Santos, após a exumação.

Assista uma das muitas matérias jornalísticas sobre o caso:




Fonte: http://youtu.be/QmQZatNZRm4


www.amigosdebolso.com.br

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Cientologia motivou a separação de Tom Cruise e Katie Holmes. Katie não deseja que Tom influencie religiosamente a filha Suri.

A cientologia foi fundada nos Estados Unidos, em 1954, pelo escritor de ficção científica Lafayette Ron Hubbard. A filosofia prega a imortalidade do ser humano e estimula a limpeza da alma e da mente.

Por: Celebridades.UOL
Foto: Carlo Allegri/Reuters

Cientologia motivou a separação de Tom Cruise e Katie Holmes (Foto: Carlo Allegri/Reuters)
Tom Cruise e Katie Holmes
O site de celebridades TMZ afirmou nesta sexta-feira (29) que a cientologia, um tipo de filosofia religiosa, foi o motivo da separação de Katie Holmes e Tom Cruise. Segundo pessoas ligadas ao casal, Katie temia que Cruise levasse a filha Suri para a igreja.

Cruise, adepto à cientologia desde a década de 80, seria fanático pela religião, enquanto Katie nunca teria sido tão ligada. A declaração da atriz sobre a guarda da filha também estaria relacionada ao fato, pois Katie não deseja que Tom influencie religiosamente a criança.

A notícia da separação do casal, que já estavam juntos a cinco anos, foi dada nesta sexta-feira (29) pelo site da revista "People". Os dois se casaram em novembro de 2006, em um castelo na Itália. No mesmo ano, o casal teve a única filha, Suri, de 6 anos.

Um representante do ator disse à "People" que Katie entrou com o pedido de divórcio. "Tom está profundamente triste e se concentrando em seus três filhos. Por favor, permitam que eles tenham privacidade", disse. O ator disse à imprensa norte-americana estar muito triste com a escolha da esposa e afirma ter sido pego de surpresa.

Entenda a cientologia

A cientologia foi fundada nos Estados Unidos, em 1954, pelo escritor de ficção científica Lafayette Ron Hubbard. A filosofia prega a imortalidade do ser humano e estimula a limpeza da alma e da mente.

Para os adeptos, o homem é um ser imortal, composto de três partes: corpo, mente e espírito. Sua experiência vai muito além de uma só vida, acreditando na reencarnação. A salvação depende de si mesmo, de seus semelhantes e de sua relação com o universo.

Em 2007, Tom Cruise foi considerado pelos líderes da seita, o "Cristo" da cientologia. De acordo com o tabloide britânico "The Sun", o ator disse que foi escolhido para espalhar a palavra de sua fé através do mundo. Segundo o ator, a cientologia tem o poder de criar novas e melhores realidades.

A confirmação do fim do casamento

O primeiro a confirmar o divórcio foi o advogado da atriz, Jonathan Wolfe. "A maior preocupação de Katie, como sempre foi, é o bem estar de sua filha (Suri)", disse. "Este é um assunto particular de Holmes e sua família".

Segundo o site, a última vez que o casal foi visto junto foi em fevereiro deste ano. Katie não foi a nenhuma pré-estreia de "Rock of Ages: O Filme", no qual Cruise é protagonista.

Na época do casamento, a imprensa norte-americana divulgou que Katie receberia US$ 3 milhões por ano de casada se o casamento fosse desfeito em menos de 11 anos. Se a informação for verdadeira, Katie receberá US$ 15 milhões com a separação. Se o casamento acabasse após 11 anos, Katie ficaria com metade do patrimônio do ex-marido. Segundo o TMZ, Katie e Tom acumulam uma fortuna de US$ 275 milhões.

Este foi o primeiro casamento de Katie e o terceiro de Cruise, que também já foi casado com as atrizes Nicole Kidman e Mimi Rogers.

Leia mais aqui: http://celebridades.uol.com.br


www.amigosdebolso.com.br

terça-feira, 26 de junho de 2012

Orações públicas em nome de Jesus são proibidas nos EUA

Por: Jarbas Aragão, Gospel Prime
Traduzido e adaptado de CNB e Christian News

Capelães são proibidos de usar o nome de Jesus na Carolina do Norte
Capelães proibidos de usar o nome de Jesus
Os capelães do Departamento de Polícia de Charlotte-Mecklenburg, na Carolina do Norte foram proibidos de usar o nome de Jesus nas suas orações durante as cerimônias oficiais.

O major John Diggs, supervisor do programa de capelania, explicou que o objetivo é demonstrar uma sensibilidade maior a todas as religiões. Afinal, há policiais muçulmanos e judeus naquele departamento de polícia. “(É uma) questão de respeito pelas pessoas que podem ter religiões diferentes e que isso não visa nenhuma religião ou denominação específica. O departamento de polícia não pertence a nenhuma igreja”, explicou.

O pastor Terry Sartain, da igreja Christian Horizon Fellowship, que atua como voluntário no serviço de capelania da polícia durante 7 anos, disse que estava triste com a nova decisão. “Eu sou um pastor e Jesus é a única coisa que tenho a oferecer para abençoar essas pessoas. Ele deu a sua vida por mim, e não tenho mais nada para oferecer. Os cristãos só têm a Cristo para oferecer”.

“Isso gera em nós uma preocupação muito real sobre onde estamos indo como nação. Eu sirvo a um Deus que ama as pessoas incondicionalmente, que morreu por seus pecados na cruz. Ele quer se reconciliar com elas e amá-las. Agora estão me dizendo que não posso abençoar as pessoas?”, completou.

O pastor Sartain disse que discorda da decisão que lhe foi imposta e por isso foi informado que não poderá mais servir como capelão. O major Diggs disse apenas que todo capelão que se recusa a cumprir a determinação será substituído. A nova diretriz se aplica a eventos como formaturas, promoções, festividades ou funerais que envolvam todos os policiais.

A situação rapidamente ganhou as manchetes de vários jornais norte-americanos e está gerando muita discussão entre os capelães que servem em diferentes locais, pelo temor de que isso se torne uma norma nacional.

Mike Williams, que é policial de carreira, mas também serve como capelão no Colorado, diz que a ordem dada a Sartain é ilegal. “Como capelão e policial cristão, obedeço ordens, em conformidade com Romanos 13:1-4. Porém, isso não deve comprometer meu compromisso com Deus”, afirmou.

“Quando Deus inspirou Paulo a escrever essa passagem, Nero era o imperador e estava matando milhares de cristãos que não renunciavam à sua fé… Esta é uma ordem que os cristãos devem recusar”, afirmou.
Ele contou ainda que um de seus colegas foi instruído explicitamente a não usar mais o nome de Jesus, então decidiu terminar sua oração dizendo “no santo nome de Yeshua”, a versão hebraica do nome de Jesus. No entanto, há quem discorde que isso se trata de um problema.

Em um site popular entre os que trabalham com capelania, uma mensagem assinada por um capelão católico dizia: “Não há nenhum conflito de fé numa oração em que qualquer pessoa, de qualquer tradição de fé, use apenas o nome do Deus de todos os povos, qualquer que seja o nome que demos ao Deus todo-poderoso “.

Notícia relacionada: http://www.nydailynews.com

Traduzido e adaptado de CNB e Christian News



www.amigosdebolso.com.br


sábado, 9 de junho de 2012

Pastor Usava a Bíblia Para Abusar Sexualmente das Fiéis atrás do altar, durante o culto.

Antes de fugir, o pastor disse recentemente diante de seus mais de 4.000 seguidores que as gravações são uma "montagem". O Ministério Público acredita que o número de vítimas chegue a 72 em toda a Colômbia.

Por: Redação, Padom

O pastor Álvaro Gómez Torres, líder da Igreja Ministério Apostólico Salem, localizada na cidade de Pasto na Colômbia, usou a Bíblia para enganar os seus seguidores a pensar que tinham que fazer sexo com ele.

A ONG Rede de Apoio a Vítimas de Cultos da Colômbia, denunciou o pastor Álvaro Gómez Torres de estupro de 27 meninas, com idade entre 13 a 18 anos, de acordo com o jornal colombiano El Tiempo. E o pior de tudo é que o pastor usava trechos do velho testamento da bíblia para convencer as suas vítimas, que se se recusassem a fazer o que ele dizia, "cairiam na maldição de Judas, e suas famílias seriam vítimas das sete pragas do Egito".

Hector Navarro, presidente da ONG, contou ao jornal que o pastor, cujo paradeiro é desconhecido, “deixava os membros da igreja cantando louvores ao Senhor e nos últimos 15 minutos de suas reuniões, nas quartas-feiras, sábados e domingos e ia ao seu escritório para cometer os atos de abusos sexuais".

Navarro disse que o pastor coagia as fieis que não se submetiam às suas exigências, dizendo que elas iriam "cair na maldição de Judas, e que sobre suas famílias iriam cair as sete pragas do Egito." Navarro disse que, de acordo com a sua pesquisa, Alvaro Torres Gomez começava com as vítimas escolhidas através de uma abordagem gradual, carícias, beijos fraternos na testa, em seguida, seu rosto, posteriormente a boca até alcançar o beijo profundo. As fiéis escolhidas eram orientadas a usar saia e não usar sutiã.

Navarro disse que os trabalhadores da igreja desconfiaram do pastor e esconderam uma câmera de vídeo em um buquê de flores para ter provas suficientes. As gravações foram entregues ao Ministério Público.

Antes de fugir, o pastor disse recentemente diante de seus mais de 4.000 seguidores que as gravações são uma "montagem". O Ministério Público acredita que o número de vítimas chegue a 72 em toda a Colômbia.

Vídeo contendo senas de sexo entre o Pastor e duas fiéis, atrás do altar durante o culto:




Depoimentos de mulheres abusadas pelo Pastor:


Pastor que estava foragido é capturado pela polícia

Leia mais aqui: http://arquivosdobatmann.blogspot.com.br


www.amigosdebolso.com.br