sábado, 29 de março de 2014

Desaparecimento gradual do Mar Morto é 'corrigido'

Solução é considerada polêmica por envolver divergências ambientais (um sistema de canos que levará água do Mar Vermelho para o Mar Morto).

Por: BBC BRASIL.com

O uso excessivo da água do Mar Morto, na volátil região entre Israel, Jordânia e territórios palestinos, fez com que ele perdesse 35% de sua extensão nos últimos 60 anos.

E o caminho para evitar o desaparecimento desse recurso natural único envolve divergências ambientais, a ponto de críticos dizerem que a medida pode levar à destruição do mar - que é tecnicamente um lago.

Segundo a especialista em recursos hídricos Sarit Caspi Oron, da ONG Adam Teva V'din, as razões principais do encolhimento do Mar Morto são o desvio das águas do rio Jordão e a ação das indústrias químicas - israelenses e jordanianas, que extraem grandes quantidades de água para explorar os minerais que lá se encontram.

"O desvio das águas do rio Jordão prejudica gravemente o abastecimento para o Mar Morto. A exploração descontrolada pelas indústrias químicas, para extrair principalmente potássio, levam a uma redução de 1,5 metro por ano no nível do Mar Morto", disse Oron à BBC Brasil.

Do lado israelense, a indústria que explora as águas do Mar Morto é a Israel Chemicals e, do lado jordaniano, a Arab Potash.

Mas a Jordânia já acusou Israel de usar em excesso as águas do rio Jordão e alega que outro vizinho, a Síria, viola os termos de um acordo de 1987 sobre o uso do rio Yarmouk, afluente do Jordão.

A Autoridade Palestina não tem controle algum sobre a exploração do Mar Morto e nem sobre a utilização das águas do rio Jordão, já que seus territórios se encontram sob ocupação militar israelense desde a guerra de 1967.

Do Vermelho ao Morto

Em dezembro de 2013, Israel, a Jordânia e a Autoridade Palestina assinaram um acordo com o apoio do Banco Mundial, para construir um sistema de canos que levará água do Mar Vermelho para o Mar Morto.

Segundo o ministro israelense Silvan Shalom, responsável pela pasta da Cooperação Regional, "o projeto será implementado devagar por causa de problemas ecológicos".

Cientistas advertem para o risco de que a transposição de águas do Mar Vermelho abale o ecossistema do Mar Morto, cuja composição química é completamente diferente daquela de mares abertos.

Localizado a 427 metros abaixo do nível do mar, o ponto mais baixo do planeta, o Mar Morto possui uma concentração especialmente alta de potássio, cálcio e magnésio, além de um grau de salinidade dez vezes maior do que os oceanos.

Leia mais aqui: http://noticias.terra.com.br


www.amigosdebolso.com.br

sexta-feira, 28 de março de 2014

Thalles Roberto participa do quadro “Boteco do Ratinho”. Assista!

O cantor apresentou duas canções “Ele é Amor”, “Sejam Cheios do Espírito Santo” e “Deus da Minha Vida”

Por: Leiliane Roberta Lopes, GospelPrime

Thalles Roberto participa do quadro “Boteco do Ratinho”. Assista!
O cantor Thalles Roberto se apresentou no Programa do Ratinho nesta quarta-feira (26) no quadro “Boteco do Ratinho”. O evangélico apresentou alguns de seus sucessos, a começar pela música “Ele é Amor”, canção que faz parte do CD “Sejam Cheios do Espírito Santo”.

Outra canção que ele apresentou no programa foi “Deus da Minha Vida”, do álbum “Uma História Escrita pelo dedo de Deus”.

O apresentador Carlos Mazza conversou com o Thalles, dizendo da mistura musical que o cantor trouxe para o meio gospel.

Thalles comentou que escolheu ser moderno para servir de referencial. “O jovem do Brasil não precisa de cantores, precisa de referência. Nós temos referências ruins, nós ligamos a televisão e vemos muitas coisas ruins. As pessoas estão seguindo coisas erradas na vida, pela formação que eles têm nos filmes, na mídia em geral… e a gente tem a oportunidade de estar aqui no seu programa falando de Deus”, disse ele.

“Eu escolhi ser moderno, eu escolhi falar com o jovem, eu escolhi abrir mão de falar com uma galera (…) Os jovens do Brasil precisam de uma referência boa, que eles possam se vestir como essa pessoa, que eles possam se comportar como essa pessoa e isso eu aprendi com os três: o Pai, o Filho e o Espírito Santo”, completou o cantor.

Essa é a segunda vez que Thalles se apresenta no Programa do Ratinho. A primeira vez foi em julho de 2013 quando o cantor iniciou a divulgação do CD “Sejam Cheios do Espirito Santo”.

O programa do SBT tem levado muitos cantores evangélicos para o quadro “Boteco do Ratinho”, na semana passada a cantora Aline Barros participou do programa levando uma palavra de Deus para os telespectadores e emocionando a plateia com suas canções.





Leia mais aqui: http://musica.gospelprime.com.br

www.amigosdebolso.com.br

quinta-feira, 27 de março de 2014

Feliciano será investigado por crime de preconceito contra religião

Em culto, deputado “profetizou” o “sepultamento dos pais de santo”; se condenado pela Lei do Crime Racial, pode pegar até três anos de reclusão.

Por: Redação, alagoas24horas

Na última sexta-feira (21) o Supremo Tribunal Federal autorizou a abertura de inquérito para investigar se o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) cometeu o crime de preconceito contra religião. A ação foi movida a partir de um vídeo no qual o pastor diz que no futuro haverá “o sepultamento dos pais do santo” e o “fechamento de terreiros de macumba”.

Na autorização assinada pelo ministro Gilmar Mendes, o magistrado estabelece que a Policia Federal tome depoimento de Feliciano no prazo de 30 dias. Como o parlamentar tem foro privilegiado, ele só pode ser investigado em inquérito comandado pela Procuradoria Geral da República autorizado pelo Supremo.

O procurador Rodrigo Janot disse que, no vídeo, Marco Feliciano pratica crime previsto no artigo 20 da Lei do Racismo. O texto tipifica como crime de preconceito “praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. A punição prevista é de um a três anos de prisão e multa.

De acordo com a Procuradoria Geral da República, duas ações foram encaminhadas ao STF contra o deputado do PSC: uma do Ministério Público de São Paulo e outra do MP do Distrito Federal. Consta também um pedido de apuração da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial.

A seguir, você pode conferir o vídeo onde Feliciano prevê o “sepultamento dos pais de santos”:




Leia mais aqui: http://www.alagoas24horas.com.br



www.amigosdebolso.com.br

Evangélica, Preta Gil se casará em igreja católica

Por: Redação, TerraGente

Preta Gil e o noivo, Rodrigo Godoy Foto: Denilson Santos / AgNews
O casamento de Preta Gil com Rodrigo Godoy será em maio e não mais em junho, informou o jornal Extra. A cantora está ajustando as datas com as que estão disponíveis na Igreja da Penha, no Rio. Preta, que se diz evangélica, terá que fazer curso para se casar.

A cantora já afirmou que o romance aconteceu "rápido", mas que estava apaixonada. Ela contou que estava se "forçando a ter relações menos sérias, mas não deu certo". Sobre Rodrigo, disse que o noivo é "intenso" e não tem vergonha do que sente.

Leia mais aqui: http://diversao.terra.com.br



www.amigosdebolso.com.br

Ladrões assaltam fiéis durante aula de catequese em igreja de Curitiba

Bandidos levaram pertences de mães que deixavam filhos na catequese. Segundo o padre, os mesmos ladrões já haviam roubado a igreja.

Por: G1 PR

Ladrões assaltam fiéis durante aula de catequese em igreja de Curitiba
O padre da Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Curitiba, relatou ao G1 que dois homens armados assaltaram fiéis que acompanhavam uma aula de catequese, na manhã desta quinta-feira (27). Segundo o padre, as mães dos alunos da catequese foram rendidas, e os ladrões fugiram levando diversos objetos pessoais. Ninguém ficou ferido.

Segundo o padre Gabriel Figura, responsável pela paróquia, que é mais conhecida como Igreja dos Passarinhos, os suspeitos decidiram fugir com os pertences já  roubado quando as mães começaram a gritar. “Foi tudo muito rápido. As mães estavam deixando as crianças na catequese, quando se depararam com os homens ameaçando, pedindo as chaves de carro e celulares. Os ladrões perguntaram por mim, e uma funcionária disse que eu não estava no momento, então eles começaram a ameaçar todo mundo”, disse o padre.

Apesar do susto, o padre disse que até a publicação desta reportagem ainda não havia tido tempo para registrar a ocorrência na polícia. A Polícia Civil informou que aguarda o registro do incidente para dar início às investigações.

Segundo o padre, porém, os mesmos homens já haviam assaltado a igreja em 2013, quando levaram objetos dos fiéis e do padre. Ele fez o reconhecimento dos rostos dos suspeitos com imagens levadas pela Polícia Militar, que chegou no local após o incidente.

Leia mais aqui: http://g1.globo.com


www.amigosdebolso.com.br

Cardeal australiano pede perdão a vítima de abuso sexual na Igreja

Coroinha foi abusado por padre aos 13 anos e teve indenização negada. George Pell é a principal figura da Igreja Católica na Austrália.

Por: AFP / G1

Cardeal australiano pede perdão a vítima de abuso sexual na Igreja
O cardeal australiano George Pell, principal figura da igreja católica do país, pediu perdão a uma pessoa que sofreu abuso sexual de um padre quando tinha 13 anos. Pell fez o pedido de perdão depois de prestar depoimento na Comissão Real da Austrália sobre abusos sexuais cometidos por diversas instituições, principalmente a Igreja.

O cardeal pediu desculpas ao ex-coroinha John Ellis, abusado por um padre aos 13 anos e que teve o pedido de indenização rejeitado pela justiça.

"Como ex-arcebispo e de forma pessoal, quero dizer a Ellis que falhamos de muitas maneiras, algumas sem querer, em nossas responsabilidades morais e pastorais", disse Pell.

'Quero reconhecer seu sofrimento e o impacto deste caso terrível em sua vida', completou.

'Tenho que assumir a responsabilidade final e isto é o que faço', declarou o cardeal, que comandava a igreja no país quando Ellis fez a denúncia.

'Nossos advogados nunca sugeriram nada que fosse legalmente improcedente', explicou Pell, que reconheceu que ter adotado uma política intransigente contra uma vítima de abuso sexual era uma falta moral.

O cardeal George Pell se tornou em 25 de fevereiro um dos homens mais importantes da Igreja católica ao ser nomeado pelo papa Francisco para comandar o novo ministério da Economia do Vaticano.

Leia mais aqui: http://g1.globo.com


www.amigosdebolso.com.br

Assembleia derruba veto governamental que era contrário a instituição do Dia do Evangélico em Vitória/ES

Projeto de lei de autoria do deputado JHC estabelece a data de 30 de novembro como feriado estadual dedicado aos evangélicos!

Por: Redação, PrimeiraEdição

A sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Alagoas desta quarta-feira (26) marcou uma vitória para todos os evangélicos. Por 14 votos a 7, a Casa de Tavares Bastos derrubou o veto parcial do governo do Estado ao projeto de lei do deputado JHC (Solidariedade) que estabelece a data de 30 de novembro como o Dia do Evangélico.

JHC mais uma vez defendeu a importância da data como um resgate com os evangélicos. “A data é uma ótima oportunidade para louvar, para a realização de grandes cultos e, principalmente, para levar a palavra de Deus a um número ainda maior de pessoas. Quem ganha com tudo isso é a família, que terá seus valores exaltados, e todos aqueles que têm na palavra de Cristo o norte de seus atos”, considerou o parlamentar.

Derrubada do veto ao Dia do Evangélico

A Assembleia aprovou, em sessão no dia 25 de junho de 2013, o feriado, mas, ao chegar no Poder Executivo, o projeto foi parcialmente vetado, no tocante à data ser considerada como um feriado estadual. Mas, na tarde desta quarta-feira, o feriado foi reafirmado pela Casa de Tavares Bastos e os evangélicos podem comemorar pela instituição da data no calendário de feriados alagoanos. “O Dia do Evangélico foi instituído em âmbito nacional pela Lei 12.328/2010, sendo que a presente proposição busca harmonizar a legislação alagoana à federal”, afirma o texto do projeto de lei de JHC.

Leia mais aqui: http://primeiraedicao.com.br


www.amigosdebolso.com.br

Mais da metade dos brasileiros acredita que mulher dá motivo para ser estuprada

Pesquisa aponta que mais de 65% acha que quem mostra o corpo "merece ser atacada" e que a maneira de se vestir e de se comportar, define se determinada mulher é para casar ou apenas para ser levada para a cama.

Por: Redação, R7

Se as mulheres soubessem se comportar, haveria menos estupro. Esse pensamento é predominante no Brasil, como mostram os 58,5% dos entrevistados que concordaram total ou parcialmente com essa frase, de acordo com a pesquisa sobre Tolerância Social à Violência Contra as Mulheres, divulgada nesta quinta-feira (27), pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

O levantamento indicou também que 65,1% concordam, total ou parcialmente, que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”.

Segundo a pesquisa, esse dado mostra que há uma ideia na sociedade de que os homens não conseguem controlar seus apetites sexuais e, dessa forma, as mulheres é que deveriam “saber se comportar e não o estuprador”. Além disso, para os brasileiros, a mulher “merece e deve ser estuprada para aprender a se comportar”, conclui o estudo.

Diante dessas conclusões, o levantamento indica que os brasileiros acreditam que “o acesso dos homens aos corpos das mulheres é livre se elas não impuserem barreiras como se comportar e se vestir adequadamente”. Entre os entrevistados, os jovens que moram no sul e no sudeste do País têm menor chance de concordar com essas afirmativas.

O Ipea ouviu, entre maio e junho de 2013, 3.810 entrevistados de todas as regiões do País. Participaram do estudo homens e mulheres e foram entrevistados jovens (pessoas entre 16 e 29 anos), adultos (de 30 a 59 anos) e idosos (mais de 60 anos). A renda domiciliar média, por pessoa, dos ouvidos no levantamento é de R$ 531,26.

De acordo com o levantamento, “não há características populacionais que determinem intensamente uma postura mais tolerante à violência, mas os primeiros resultados apontam que morar em metrópoles, nas regiões mais ricas do país, Sul e Sudeste, ter escolaridade mais alta e ser mais jovem são atributos que reforçam a probabilidade de uma adesão a valores mais igualitários, de respeito à diversidade, e de uma postura mais intolerante em relação à violência contra as mulheres”.

Mulher para casar

O levantamento do Ipea confirmou a permanência de um velho ditado sexista: o de que existe uma mulher para casar, e uma outra só para o sexo. Mais da metade dos entrevistas (54,9%) concorda total ou parcialmente  que “tem mulher que é pra casar, tem mulher que é pra cama”.

A avaliação negativa sobre a vida sexual das mulheres não para por aí: mais de um quarto da população entrevistada (27,2%) avalia, total ou parcialmente, que “a mulher casada deve satisfazer o marido na cama, mesmo quando não tem vontade”.

O estudo enfatiza que “classificar as mulheres de acordo com seu comportamento sexual, avaliando-o sob a perspectiva masculina, e considerar que mulheres sexualmente livres não são boas companheiras são ideias que evidenciam de forma gritante o sexismo presente em nossa sociedade”.

A imagem de uma mulher com vida sexual restrita é corroborada por uma outra descoberta da pesquisa: a de que metade dos entrevistados (50,9%) concorda totalmente que toda mulher sonha em se casar. Da mesma forma, quase 60% dos respondentes disseram concordar total ou parcialmente que uma mulher só se sente realizada quando tem filhos.

No estudo, o Ipea conclui que essas impressões sobre os desejos das mulheres são compatíveis com a ideia de que elas somente podem encontrar a plenitude numa relação estável com um homem, ou, ainda, de que depende de um companheiro que a sustente. O pensamento também mostra uma imagem de mulher mais recatada e com menos desejos sexuais, não almejando, portanto, uma vida de solteira ou de muitos parceiros.

Leia mais aqui: http://noticias.r7.com


www.amigosdebolso.com.br

quarta-feira, 26 de março de 2014

Apóstolo Estevam faz tatuagem no braço esquerdo

Em homenagem ao seu filho primogênito (Bispo Tid), apóstolo faz tatuagem no braço.

Apóstolo Estevam Hernandes (Igreja Renascer), exibe através das redes sociais uma tatuagem feita no braço esquerdo, em homenagem ao seu filho primogênito (Bispo Tid) que permanece internado desde 2009, devido a complicações pós cirúrgicas.


Minha homenagem ao meu amado Bp Tid, filho primogênito d coração
aliança eterna
. AMIGO MAIOR, (A ESPERA NÃO MATA A ESPERANÇA ).
Fellipe Daniel Hernandes, o Bispo Tid (filho primogênito do Apóstolo Estevam e Bispa Sonia Hernades) está internado desde o dia 09 de julho de 2009, por consequência de complicações de uma cirurgia para redução do estômago.

Quando foi levado ao hospital, o filho de Estevam e Sonia Hernandes recebeu cuidados médicos para questões neurológicas de origem metabólica e gastrointestinais em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ainda em 2009, depois de apresentar melhoras, o bispo foi removido para uma unidade de Terapia Semi-Intensiva por três meses, mas um erro médico, que indicou a mudança de alimentação, trouxe novas complicações e o filho do casal Hernandes teve de ser levado de volta à UTI.

Notícias publicadas na web dão conta de que Bispo Tid apresentou melhoras clínicas, e já não precisa de aparelhos para respirar, além de estar fazendo fisioterapia e já reconhecer algumas pessoas porém, sem comunicar-se com ninguém.

Numa das publicações do apóstolo Estevam Hernandes (nas redes sociais) sobre o assunto, ele escreveu: “Todos que oram e amam meu filho, Bp. Tid, Deus está fazendo grande obra, Aleluia”.

Ainda em 2009, vários líderes visitaram Felippe, entre eles estão Apóstolo Waldemiro Santiago, da Igreja Mundial, Jabes de Alencar, da Assembléia de Deus do Bom Retiro, e Samuel Ferreira, da Assembléia de Deus do Brás.


Tatuagem

No Igospel (Portal oficial da Igreja Renascer), encontramos algumas matérias a respeito do assunto "Tatuagem", Leia:

1 - O que a Bíblia diz sobre tatuagem e piercing?







www.amigosdebolso.com.br

Igrejas se mobilizam para defender permanência de totem em Sorocaba

Decisão de retirar placa com dizeres religiosos causou polêmica na cidade. Integrantes das igrejas marcaram vigília no local nesta noite de quarta-feira.

Por: Natália de Oliveira, Do G1 Sorocaba e Jundiaí

Igrejas de diversas crenças irão se reunir na noite desta quarta-feira (26) para defender a permanência do totem com mensagem religiosa instalado no acesso à rodovia José Ermírio de Moraes, conhecida como "Castelinho" (SP-75), em Sorocaba (SP). O juiz José Eduardo Marcondes Machado determinou nesta terça-feira (25) a retirada da placa do local com a justificativa de que fere o direito fundamental à liberdade de crença, estabelecido na Constituição Federal.

O universitário Frederico Salomão, 31 anos, que está entre os organizadores da ação, conta que além da sua igreja, a Renascer, outras também confirmaram presença no evento, que está marcado para começar às 23h, em frente ao totem. "Já temos a confirmação da Igreja Católica, da Bola de Neve, da Batista Independente e da Assembléia de Deus", conta.

Para eles, a justificativa usada para a retirada da placa não é válida por não representar a opinião da maioria dos sorocabanos. "Então, que façam um plebiscito para saber se a maioria concorda com a decisão.

Porque, assim, eles vão ver que nós queremos a manutenção da placa. O Estado pode ser laico, mas não é ateu", justifica.

Ao todo, os organizadores esperam 500 pessoas na vigília desta noite. A programação do evento será semelhante a um culto. "Vamos fazer uma vigília cristã mesmo. Vamos falar da história do totem para as pessoas que estiveram lá e não conhecem a história, vamos cantar, louvar ao Senhor. Fazer um verdadeiro culto a céu aberto."

Os cristãos comunicaram a Guarda Civil Municipal sobre a movimentação que irá ocorrer no acesso à Castelinho, para que guardas acompanhem o evento, auxiliando no trânsito no local. "Não queremos e nem vamos causar tumulto, só queremos nos manifestar e mostrar que não estamos de acordo com a decisão da retirada do totem", finaliza Salomão.

Polêmica na cidade

A decisão da Justiça repercutiu negativamente entre os cristãos. Para muita gente, retirar a placa, que há oito anos está instalada na principal entrada da cidade, é uma determinação desnecessária. O pedido para que a prefeitura retire a placa com os dizeres "Sorocaba é do Senhor Jesus Cristo" foi feito no ano passado por dois estudantes de Direito.

A partir disso, o promotor José Alberto Marum começou a pedir informações ao município e segundo ele, até agora, ninguém sabe dizer quem autorizou a instalação do totem. Com base na constituição, o promotor moveu uma ação e a Justiça aceitou o pedido. "Nos pedimos a retirada da placa por dois motivos específicos. O primeiro porque não houve autorização formal para a sua colocação no espaço público e, em segundo lugar, por causa da mensagem da placa, que diz que Sorocaba pertence a alguém, e isso não pode ser permitido", explica.

A prefeitura tem dez dias para retirar a placa e se não fizer isso tem de pagar uma multa de R$ 1 mil por dia. Na decisão, a Justiça também proíbe a instalação de novas placas - independentemente da religião -, em qualquer espaço público da cidade.

A Secretaria de Governo e Segurança Comunitária informa que por se tratar de uma sentença em primeira instância estuda a possibilidade de recorrer da decisão.

O presidente do Conselho de Pastores de Sorocaba, Eduardo Bortolossi, comentou a decisão da Justiça. "O marco quando foi colocado na cidade representou a fé da maioria. Nós entendemos que o marco não é da igreja evangélica, tanto que naquele dia tinha representantes da igreja católica e evangélica, representando os cristãos da cidade. A nossa ideia é que o monumento seja mantido", conta.

A mesma opinião tem o padre Tadeu Rocha Moraes, pároco da Catedral Metropolitana. Ao saber da decisão da Justiça, ele lamentou. Para o padre, os dizeres da placa não desrespeitam nenhuma religião. "Eu acho que é uma presença muito significativa na vida de todos nós. E uma outra coisa, quanto tempo se perde com uma coisa tão sem importância, enquanto há pessoas morrendo de fome, que não têm assistência nos postos de saúde, sem escola. Autoridades e cidadãos se desgastando com bobagens, com algo tão insignificante", opina o padre.


Leia mais aqui: http://g1.globo.com


www.amigosdebolso.com.br

Homem mata ex-mulher dentro de casa durante culto evangélico na Grande BH

Segundo a PM, cerca de 10 pessoas participavam do ato religioso no imóvel na cidade de Caeté

Por: Thiago Lemos, em

Homem mata ex-mulher dentro de casa durante culto evangélico na Grande BH
Um homem invadiu a casa da ex-sogra e matou a ex-mulher a tiros, na noite desta quarta-feira, em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na hora do crime, acontecia um culto evangélico no imóvel e cerca de 10 pessoas estavam no local. O agressor conseguiu fugir e está sendo procurado pela polícia. Além deste assassinato, outros quatro homicídios foram registrados na Grande BH nesta noite. Todas as mortes aconteceram em um intervalo de menos de três horas.

Segundo informações iniciais da PM, o assassinato em Caeté aconteceu por volta das 20h30, na Rua Agostinho Nunes de Melo, no Bairro Pito Aceso. O culto era realizado quando o agressor, que ainda não teve o nome divulgado pela polícia, entrou no imóvel já atirando na vítima, de 22 anos. Uma das pessoas que estava na casa acionou os militares, mas o suspeito deixou o local antes da chegada dos policiais.

Ainda segundo a polícia, a mãe disse que a filha estava separada há alguns meses, mas não informou quanto tempo o casal viveu juntos e nem qual foi o motivo que levou a união ao fim.

Outros crimes

Em Ribeirão das Neves, na Grande BH, um homem foi morto a tiros no Bairro Guadalajara, pouco antes das 19h. No município de Esmeraldas, por volta das 19h40, outro homem foi assassinado por arma de fogo. O crime foi no Bairro Vivendas Barbosa. Pouco tempo depois, um homem de 41 anos foi baleado e morreu no Bairro Nova Contagem, em Contagem. A última vítima foi na capital. Um jovem de 22 anos foi executado no Bairro Boa Vista, na Região Leste de BH, às 21h. Em todos esses casos a polícia não conseguiu de imediato prender os agressores e nem descobrir os motivos dos crimes.

Leia mais aqui: http://www.em.com.br


www.amigosdebolso.com.br

terça-feira, 25 de março de 2014

Ex-ator mirim de 'Two and a half men' aparece de barba em culto de igreja

Angus T. Jones deixou a série há um ano e agora faz palestras sobre seus problemas com a fama em igrejas.

Por: EGO, em São Paulo

Angus T. Jones: antes e depois (Foto: Reuters | Reprodução)
Angus T. Jones está bem diferente do menininho que conquistou o público no seriado "Two and half men". O ator, que deixou a série em 2012, agora se dedica aos estudos e aos cultos em uma igreja adventista do sétimo dia no Texas.

Em um vídeo divulgado pela emissora KHOU, o ator aparece barbudo durante um culto em que conta aos frequentadores por que largou a carreira. "Eu realmente quero vir para a luz porque sei que é onde a cura está e eu vi Deus fazer coisas maravilhosas", diz ele durante a cerimônia. Assista ao vídeo.

Em 2012, Angus se viu numa polêmica depois de aparecer em um vídeo dizendo que a série era "nojenta". "Se você assiste a 'Two and a Half Men', por favor, pare de assistir e de encher sua cabeça com sujeira. Pessoas dizem que é apenas entretenimento. Faça alguma pesquisa sobre os efeitos da televisão em seu cérebro e decida", pediu na época.

Em entrevista ao canal KHOU, ele contou que se arrependeu de ter criticado a série tão duramente, mas não de ter deixado o programa: "Eu era um hipócrita porque eu não estava de acordo com aquilo, mas continuava fazendo. O programa é como o bebê de Chuck Lorre (criador da série) e eu o insultei então nesse sentido me arrependo, mas de resto não me arrependo de ter dito o que eu disse."

Atualmente, Angus frequenta uma escola no Colorado e viaja para dar palestras em igrejas sobre sua mudança de vida.


Angus T. Jones (Foto: Reprodução)
Angus T. Jones (Foto: Reprodução)

Leia mais aqui: http://ego.globo.com


www.amigosdebolso.com.br

segunda-feira, 24 de março de 2014

Aline Barros no programa do Ratinho

Veja como foi a participação de Aline Barros no programa do Ratinho e assista também um vídeo que denuncia ou acusa a cantora de pertencer à maçonaria.

Por: MixGospelNews

Aline Barros no programa do Ratinho - Foto (Reprodução Youtube)
Na noite desta quarta-feira (19/13), Aline Barros participou do Programa do Ratinho, no SBT. Além de emocionar o público com os louvores “Tua Palavra” e "Casa do Pai", no quadro “Boteco do Ratinho”, ela interagiu com os telespectadores.

Um deles perguntou se ela já pensou em gravar músicas que não sejam evangélicas. Aline, sem reservas, respondeu: “Eu já pensei, repensei e já pensaram por mim. Já me fizeram várias propostas, vários convites, mas existe uma grande missão que Deus me deu. É com essa música, com essa força da Palavra de Deus que tudo tem acontecido na minha vida e na vida de muitas pessoas. Eu não troco isso por nada, por que eu não estou buscando fama, eu não estou buscando sucesso, eu não estou buscando vender milhões de CDs, eu não estou buscando uma posição, eu não estou buscando Grammys Latinos, eu não estou buscando nada disso, eu busco continuar sendo a mesma Aline, e todas estas outras coisas que estão sendo acrescentadas em minha vida é por conta de Deus.

“Eu acho que você deve continuar como você está. Eu acho que essa força vem de Deus!”, acrescentou o apresentador.

A participação de Aline no “Programa do Ratinho” foi um dos assuntos mais comentados no Twitter. O apresentador Carlos Massa chegou a comentar que mais de 15 milhões de pessoas estavam acompanhando a atração.



Maçonaria

No youtube, um vídeo já bastante conhecido dos internautas, chama a atenção para uma suposta ligação de Aline Barros com a maçonaria. O autor do vídeo utiliza cenas dos DVD's de Aline Barros para apontar diversas situações, cenários, gestos e objetos utilizados nas gravações, que segundo ele não deixam dúvidas de que a cantora Gospel foi iniciada e faz parte da maçonaria. Veja o vídeo:





www.amigosdebolso.com.br

Justiça autoriza reabertura de igreja proibida de fazer cultos em S. Branca

Vizinho do templo obteve liminar após alegar ser prejudicado por barulho. Local estava fechado desde dezembro; igreja será reaberta após acordo.

Por: G1 Vale do Paraíba e Região

Igreja permaneceu fechada desde 13 de dezembro após ser impedida judicialmente de fazer cultos depois que vizinho entrou na Justiça por estar incomodado com barulho.  (Foto: Reprodução/ TV Vanguarda)
A proibição de cultos em uma igreja evangélica  em Santa Branca, no interior de São Paulo, esteve no centro de uma polêmica envolvendo fiéis e um vizinho do templo. Ele conseguiu na Justiça uma liminar no último mês de dezembro para fechar o local após alegar que há sete anos é prejudicado pelo barulho dos cultos. Uma audiência sobre o caso aconteceu nesta segunda (24) no fórum e as partes chegaram a um acordo para que o local seja reaberto.

De acordo com o pastor Davi Pereira do Nascimento, líder do templo Evangelho Quadrangular, o vizinho ingressou com a ação contra a igreja sem motivo. "O barulho nem era tanto, basta observar que ele é o único vizinho que reclama. E isso começou desde quando comprei o terreno e comecei a construir a igreja. Mas pelo menos saí hoje da audiência satisfeito com o resultado, conseguimos conversar", disse.

Fiéis protestaram em frente ao fórum durante audiência. (Foto: Reprodução/ TV Vanguarda)
Ele contou que uma medição feita pela Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) apontou que o ruído produzido durante os cultos alcança 48 decibéis, mas que a região é considerada zona mista pela lei de zoneamento, onde o ruído permitido é de até 60 decibéis. Mesmo assim, como a rua é residencial, a Justiça considerou o pedido do morador e concedeu a liminar que impedia os cultos até que adequações na acústica do local fossem feitas no espaço.

O acordo formalizado na audiência desta segunda prevê que a igreja faça novas adequações na acústica do templo e autoriza a reabertura do local. O pastor disse ao G1 que desde dezembro investiu R$ 40 mil em obras para adequação e que apenas a lage do corredor não foi contemplada.

O vizinho da igreja, autor da ação que fechou o templo evangélico, preferiu não comentar o assunto após a audiência no fórum.

Opinião

Ex-frequentadora da igreja e moradora próxima ao local, a funcionária pública Valéria Cândido defende a reabertura do templo. "Quando eu frequentava a igreja, já havia a reclamação deste vizinho e foi feita uma pesquisa na vizinhança, inclusive onde a maioria é católico, e as pessoas não reclamavam. A igreja tem isolamento acústico", defendeu.

Os cultos são realizados no local quatro vezes por semana - às terças, quintas, sábados e domingso, das 19h30 as 21h00. A média de público por culto é de 120 fiéis.

Leia mais aqui: http://g1.globo.com


www.amigosdebolso.com.br

Marcus Menna (Ls Jack) livre das drogas e recuperando-se das sequelas de uma lipoaspiração mal sucedida

Morando junto com o cantor há quatro anos, Flavia apresentou para Marcus a religião evangélica fazendo-o abandonar as bebidas e as drogas. O cantor vibra no culto e canta animado as canções da Soul Church, templo evangélico criado a pouco tempo pelo pastor Kleber Lucas e no qual ele foi batizado recentemente.

Por: Luciana Tecidio, EGO

Marcus Menna e a mulher Flavia Guinancio (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Marcus Menna e a mulher Flavia Guinancio (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Domingo à noite o auditório de um hotel de luxo na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, vira parada obrigatória para Marcus Menna, ex-vocalista do LS Jack. Acompanhado da mulher, Flavia Guinancio, o cantor vibra no culto e canta animado as canções da Soul Church, templo evangélico criado a pouco tempo pelo pastor Kleber Lucas e no qual ele foi batizado recentemente.

Há um mês o lugar tem sido a tábua de salvação de Marcus, que em 2004 viu sua carreira em ascensão a frente da banda LS Jack ser interrompida. Ao tentar uma lipoaspiração para retirar dois litros de gordura no abdômen, o autor do hit “Carla” sofreu uma parada cardiorrespiratória e passou 20 minutos com pouca oxigenação no cérebro. Marcus ficou dois meses em coma e até hoje luta por sua recuperação. Ele ainda tem dificuldades na fala e na coordenação das mãos. "Minha memória também está muito ruim, não lembro das coisas", admite ele.

Flavia Guinancio, Marcus Menna e Sergio Knust no dia do batismo do cantor
Marcus Menna no dia do seu Batismo
Morando junto com o cantor há quatro anos, Flavia apresentou para Marcus a religião evangélica fazendo-o abandonar as bebidas e as drogas. “Quando a gente se conheceu, Marcus estava com a saúde comprometida, evolvido em drogas e bebidas. Hoje ele está limpo. Não usa mais nada. Pedi a Deus que nos indicasse uma igreja perto da nossa casa, para ficar fácil dele se locomover, e há um mês frequentamos a Soul Church, para onde vamos a pé”.

O casal mora na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, e Marcus tem a rotina preenchida com aulas de reeducação física, idas a um quiroprata, aulas de inglês, piano e canto. “Estou me preparando para voltar o LS Jack”, revela Menna. “Aos poucos vou retornando devagar aos shows”.

Relacionamento tranquilo

Marcus Menna no culto da Soul Church, no Rio (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Marcus Menna no culto da Soul Church, no Rio
Flavia conta que nunca viu problema no relacionamento com Marcus. Ela atribui a facilidade em cuidar dele ao fato de ter passado a adolescência vendo a luta da mãe com o pai, que sofreu um sério acidente de carro quando ela tinha 12 anos. Ele ficou internado por um ano e quando voltou para casa passou seis meses sem reconhecer a família. “Fiquei sem a minha mãe durante um ano, pois ela estava dedicada ao meu pai. Eu e Marcus temos a vida ligada por muitas coincidências”, diz Flavia.


Sem saber, eles moraram no Paraguai quando eram adolescentes e o melhor amigo do pai de Menna era vizinho da família de Flavia em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Totalmente dedicada à recuperação do parceiro, Flavia chegou a mudar o endereço de seu escritório de arquitetura para o shopping onde o cantor faz seus cursos. “Foi Deus quem nos aproximou e é a Ele que devemos tudo de bom que o Marcus vem obtendo até agora”, agradece ela.

Leia mais aqui: http://ego.globo.com



www.amigosdebolso.com.br

domingo, 23 de março de 2014

Lívian Aragão (Filha de Renato Aragão) acompanha mãe do namorado em culto evangélico na Igreja do cantor e Pr. Kleber Lucas

A atriz foi ver Giselle Prattes se apresentar em encontro religioso e falou sobre o pai, Renato Aragão, internado: 'Ele está bem'. Estavam presentes no culto: Marlene Mattos, Marcos Menna (Ls Jack), e os atores Carlos Machado e André Segatti.

Por: Luciana Tecidio, EGO

Livian Aragão (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Livian Aragão e o namorado aplaudem Giselle Prattes (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Giselle Prattes, mãe de Nicolas, namorado de Lívian Aragão, só tinha uma preocupação durante as 24 horas que passou internada na UTI de um hospital após sofrer uma ameaça de infarto: se recuperar a tempo de cantar no culto da Soul Church. Há dois meses Giselle se encantou com a igreja evangélica do pastor Kleber Lucas, marido de Daniella Favatto, ex-mulher de Romário. Na noite deste domingo, 23, ela conseguiu se apresentar e foi ouvida por Lívian, que tem dado todo apoio à mãe de seu namorado.
Giselle Prattes, sogra de Livian Aragão (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Giselle Prattes canta no culto
A atriz falou a internação do pai, Renato Aragão. "Meu pai ta lá, né? Mas está bem", afirmou. E elogiou Giselle. "É a primeira vez que venho num culto. Eu já sabia que a minha sogra cantava muito". Lívian ficou com o namorado por meia hora e os dois foram embora assim que a mãe dele terminou de cantar.
Dani Favatto, filha de Daniella com o ex-jogador, acompanhou a mãe. Marcus Menna, ex-vocalista do grupo LS Jack, Marinara Costa e a filha Maria Clara, a diretora Marlene Mattos e os atores Carlos Machado e André Segatti estiveram no culto.
Giselle, que é cantora e já foi backing vocal de muitos artistas da MPB, foi convidada por Kleber para cantar em seus cultos, realizados em um hotel na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, aos domingos. A performance da sogra de Lívian foi tão boa que ela ganhou uma música de Kleber, ganhador do Grammy Latino na categoria Melhor Álbum de Música Cristã em Lígua Portuguesa no ano passado. “Quando canto sinto a presença de Deus. Me sinto tão bem que a ida ao culto me faz falta. Quando estava na UTI, minha maior preocupação era de ficar boa logo para poder estar aqui no domingo novamente”, conta Giselle.
Livian Aragão (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Livian Aragão e o namorado
Além da mãe de Nicolas, também frequentam a Soul Church a modelo Marinara Costa, a diretora Marlene Mattos e o ex -vocalista do LS Jack, Marcus Menna.
Ao lado do pastor Kleber Giselle irá gravar um DVD com os louvores da Soul e um CD individual. “Quero produzir um material solo de música gospel”, adianta ela, que em outubro vai exbir seu talento musical no teatro ao lado de Renato Aragão no musical “Saltimbancos”, da dupla Charles Müller e Claudio Botelho. “Renato quer reeditar o sucesso do filme ‘Os Saltimbancos Trapalhões’ que levou para o cinema em 1981. No caso, eu viverei a gata, que na época era interpretada por Lucinha Araújo. Dedé Santanna também estará no elenco”.
Livian Aragão (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Livian e Nicolas na plateia (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Marinara Costa e a filha, Maria Clara, em culto no Rio (Foto: Instagram/ Reprodução)Marinara Costa e a filha, Maria Clara, em culto no Rio (Foto: Instagram/ Reprodução)
  •  
Danielle Favatto, ex de Romário (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Daniella Favatto, ex de Romário (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Danielle Favatto com Giselle Prattes ao fundo (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Daniella Favatto com Giselle Prattes ao fundo (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Giselle Prattes, sogra de Livian Aragão (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Giselle Prattes, sogra de Livian Aragão (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Giselle Prattes (ao centro) com Danielle e Dani Favatto (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Giselle Prattes (ao centro) com Daniella e Dani Favatto (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Danielle Favatto, ex de Romário, com a filha Dani (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Daniella Favatto, ex de Romário, com a filha Dani (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
  •  
Dani Favatto (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Dani Favatto (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Marlene Mattos também foi ao culto (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Marlene Mattos também foi ao culto (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Lívian Aragão e o namorado (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Lívian Aragão e o namorado (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Lívian Aragão e o namorado (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Lívian Aragão e o namorado (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Marcos Menna, ex-vocalista do grupo LS Jack (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Marcos Menna, ex-vocalista do grupo LS Jack (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Marcos Menna e o ator Carlos Machado (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Marcos Menna e o ator Carlos Machado (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
Carlos Machado (Foto: Roberto Teixeira/EGO)Carlos Machado (Foto: Roberto Teixeira/EGO)
André Segatti no culto (Foto: Roberto Teixeira/EGO)André Segatti no culto (Foto: Roberto Teixeira/EGO)


Leia mais aqui: http://ego.globo.com

www.amigosdebolso.com.br