quinta-feira, 21 de maio de 2015

Batismo do filho do diabo é Anunciado no Jornal e causa polêmica

O objetivo era divulgar um festival de filmes de terror, o "Elmsta 3000 Horror Fest".

Por: http://sok.aftonbladet.se/

Um anúncio de batismo publicado no jornal sueco "Svenska Dagbladet" se transformou em viral depois que cachinhos de cabelo do bebê formavam o número 666, que é considerado a "marca da besta", e trazia como contato de e-mail a "mãe do Satanás".

Anúncio para batismo de 'filho do diabo' cria polêmica na Suécia (Foto: Reprodução/Twitter)


Segundo outro jornal local, o "Aftonbladet", o anúncio convidava para o batismo da criança chamada Lucy (nome que faria referência a Lúcifer) a ser realizado no dia 23 de maio. O objetivo seria divulgar um festival de filmes de terror, o "Elmsta 3000 Horror Fest".

A direção do periódico disse ter ficado surpresa com a publicação do anúncio. Björn Hygstedt afirmou que a "brincadeira" apareceu no jornal por um erro de checagem. "Infelizmente, falhamos em nossos procedimentos", disse ele.


www.amigosdebolso.com.br

Pastor homofóbico é visto em aplicativo de encontro homossexual

Reverendo Matthew Makela havia condenado comportamento homossexual.
Casado e Pai de cinco filhos, ele procurava parceiros no Grindr.

Do: G1, em São Paulo


Pastor norte-americano Matthew Makela deixou igreja de Michigan após ser flagrando usando o app Grindr (Foto: Reprodução/St. John’s Lutheran Church and School)
Um reverendo luterano norte-americano acostumado a dar declarações contra homossexuais e transgêneros foi flagrado usando aplicativos de relacionamento voltados para a comunidade LGBT.

As conversas de cunho sexual do pastor Matthew Makela no Grindr, que incluíam fotos dele nu, levaram a Escolha e Igreja Luterana St. John, de Michigan, a anunciar nesta segunda-feira (18) que ele havia se desligado.

É com pesar que eu informo a vocês que o Pastor Makela anunciou sua resignação como pastor da St. John por meio de uma carta”, afirmou o reverendo Daniel Kempin, segundo nota divulgada no site da igreja.

O site “Queerty” publicou bate-papos de Makela, que confirmou ser o autor das mensagens, mas não quis fazer comentários a respeito. Segundo ele, a saída da congregação ocorreu após sua esposa – ele é pai de cinco crianças – e seu supervisor demonstrarem preocupação.

Opiniões sobre gays

Pastor norte-americano Matthew Makela deixou igreja de Michigan após ser flagrando usando o app Grindr (Foto: Reprodução/St. John’s Lutheran Church and School)

O comportamento do pastor e sua vida privada divergiam das opiniões que ele dava em público. Makela condenava gays. Comentando o texto de um pastor publicado em um jornal cristão, fez comparação entre homossexualidade e alcoolismo.

“Eu amo pessoas que tem atração pelo mesmo sexo, assim como Deus. A prova está no sacrifício que Ele fez por todos nós que pecamos. Nós não dizemos a uma pessoa nascida com tendência a abusar do álcool para continuar a alimentando seus desejos inatos porque ele não pode ajudar nisso. Nós tentamos ajudá-lo em sua luta”, escreveu.

Segundo o reverendo Kempin, “os detalhes do pecado que foram mantidos confidenciais estão sendo postados on-line por aqueles que querem atingir a família Makela e a St. John.” A igreja apagou sua página no Facebook.

Exposição

A revelação da identidade sexual de Makela faz parte de um movimento nos EUA de expor homens públicos que se manifestam contrários aos direitos da comunidade LGBT, mas possuem, em sua vida particular, relações homossexuais.

Isso ocorreu com o deputado Randy Boehning, de 52 anos, que, apesar de trabalhar para minar um projeto de lei para proteger gays de discriminação, possuía perfil no Grindr.




www.amigosdebolso.com.br

terça-feira, 19 de maio de 2015

Vaticano diz que papa não quis ofender Israel chamando Abbas de “anjo da paz”

"Você é um pouco anjo da Paz", disse o Papa ao Presidente Palestino Mahmoud Abbas.

Fonte: http://www.swissinfo.ch
Por Gavin Jones e Isla Binnie

Papa Francisco e Mahmoud Abbas (Presidente da Palestina)
Mahmoud Abbas e Papa Francisco
CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco não quis ofender Israel ao se referir ao presidente palestino, Mahmoud Abbas, como “um anjo da paz”, e sim incentivar a harmonia entre os dois lados, afirmou o Vaticano nesta terça-feira.

Francisco encontrou-se com Abbas no Vaticano no sábado e usou as palavras ao presentear o líder palestino com um grande medalhão de bronze representando o anjo da paz, um de seus presentes costumeiros a presidentes em visita.

Recebendo Abbas nos apartamentos papais, o pontífice argentino, falando em italiano, disse que o medalhão é um presente apropriado porque “você é um pouco um anjo da paz”, de acordo com um repórter representando várias agências de notícias na reunião.

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, afirmou não ter ouvido os comentários em pessoa e que não tinha nada a acrescentar às palavras atribuídas ao papa pelo repórter.

“Está claro que não houve intenção de ofender ninguém”, disse Lombardi à Reuters.

Relatos iniciais entraram em conflito quanto ao Papa ter exortado Abbas a ser um “anjo da paz” ou referir-se a ele como tal.

Francisco reuniu-se com Abbas, poucos dias depois de o Vaticano formalizar em um documento seu reconhecimento do Estado Palestino, medida que irritou o governo de Israel.

Leia mais aqui: http://www.swissinfo.ch


www.amigosdebolso.com.br

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Profecia cumprindo-se: É o meu desejo abater o principado da corrupção!

O Brasil assiste com a "Operação Lava Jato", o cumprimento de uma profecia lançada por Cindy Jacobs no ano de 2013, durante o 14º Congresso de Louvor Diante do Trono, que aconteceu em março de 2013 em Belo Horizonte.

MARÇO/2013 - A conferencista americana Cindy Jacobs lançou uma palavra profética durante o 14º Congresso de Louvor Diante do Trono (realizado nos dias 28,29 e 30 de março de 2013), dizendo que o Senhor estava levantando uma geração que clamaria a Deus em favor do Brasil e que ELE (Deus), iria abalar o principado da corrupção e da miséria no nosso País:

E assim diz o Senhor,
Estou dando ao Brasil uma segunda chance!
Estou abrindo uma nova janela. Diz o Senhor...
Aonde vocês vão começar a orar.
E assim diz o Senhor,
Se vocês não entrarem por esta janela, EU vou abalar a economia!
Eu vou transformar o Brasil! Mas, vocês precisam transformá-lo primeiro através dos seus joelhos.
Comecem a clamar dia e noite!
EU edificarei as casas de oração em todas as Nações, a começar pelo Brasil!
Nos campus das universidades, nas escolas e nas Sedes dos governos. Assim diz o Senhor!
É O MEU DESEJO ABATER O PRINCIPADO DA CORRUPÇÃO e o principado da Miséria!
Eu virei e abalarei tudo o que pode ser abalado!
Estou preparando uma geração pioneira.
Que se levantem os JOÃO BATISTA!!!!
Levantem-se abridores do caminho!!!
E prepararão o caminho do Senhor para a Igreja, a Nação e a transformação do Brasil!

Diz o Senhor!

O fato é que, a profecia vem se cumprindo diante dos nossos olhos, com MEGA manifestações que reúnem números extraordinários de manifestantes, jamais vistos ou apenas comparados às manifestações realizadas pelos Caras Pintadas (na época do governo Collor)!



As manifestações tem acontecido em todas as capitais do Brasil e até no exterior, onde grupos de Brasileiros manifestam seu apoio e desejo de mudança. Durante a copa do Mundo no Brasil, e em quase todas as suas aparições na TV, a Presidente Dilma tem sido Vaiada, Achincalhada e recebida com panelaços em quase todas as capitais do Brasil.

Uma operação da polícia, batizada de "Operação Lava Jato" desarticulou o maior escândalo político e o maior esquema de corrupção, jamais visto! Tal operação tem resultado na prisão de homens até então intocáveis, como o Presidente da Petrobras e centenas de outros...

Nunca houve no Brasil, um processo de limpeza e ataque à corrupção tão grande, quanto este que vem sendo realizado no ano de 2015.

Atribui-se o sucesso da operação Lava Jato ao dispositivo de Delação Premiada (que beneficia os envolvidos com redução de pena, quando este colabora e denuncia outros envolvidos). Porém, para o povo Cristão, não resta dúvidas de que a Mão de Deus tem agido para cumprimento da sua palavra e para a Honra e Glória do seu nome!

VEJA O MOMENTO DA PROFECIA:


Têm sido incontáveis as manifestações e a quantidade de pessoas movidas pelo desejo de moralização do País e combate à corrupção. Veja um pequeno histórico das manifestações ocorridas após congresso de Louvor, citado acima:

17/06/2013 - Pelo menos seis capitais brasileiras e diversas cidades presenciaram manifestações contra a corrupção do governo. Entre os temas reivindicados por milhares de manifestantes estava o preço da passagem do transporte público, o valor gasto com os estádios que sediariam a Copa em 2014 e os problemas da saúde pública e da educação.

18/06/2013Brasil agitado pelas maiores manifestações dos últimos 20 anos. Cerca de 200 mil brasileiros saíram à rua um pouco por todo o país, no maior movimento de protesto no Brasil dos últimos 20 anos. Só as manifestações contra a corrupção do governo de Collor de Mello, em 1992, juntaram tantas pessoas.

24/06/2013Protesto contra a corrupção reúne 4 mil no Rio

26/06/2013Manifestação contra corrupção e pela reforma política é dispersada pela Polícia Militar do DF

01/07/2013Manifestantes fazem protesto contra a corrupção em São Paulo

17/06/2014Na noite da segunda-feira dia 17 de junho, centenas de milhares de pessoas foram às ruas de pelo menos dez capitais brasileiras. 

15/03/2015Brasil vive dia de protestos massivos contra Dilma. PM estimou 1,4 milhão de manifestantes em mais de 70 cidades brasileiras, mas número de manifestantes em São Paulo pode ter sido sobrevalorizado. Governo promete pacote anticorrupçãoProtestos contra governo e corrupção reúnem 2 milhões pelo Brasil, dizem PMsDe verde e amarelo, participantes se mobilizaram em 23 Estados e no Distrito Federal.

12/04/2015 -  Protestos reúnem milhares contra a corrupção, contra o PT e contra a presidente Dilma. Atos anti-Dilma reúnem 701 mil em 24 estados e no DF, segundo a políciaProtestos contra o governo e contra o corrupção reuniram, no auge da manifestação, na Avenida Paulista, 275 mil pessoas segundo a Polícia Militar de São Paulo


quarta-feira, 13 de maio de 2015

A história contemporânea do apóstolo Paulo chega a Volta Redonda

Mega Entretenimento traz para a região o tão aguardado filme ‘Meu nome é Paulo’, que mostra a conversão de Paulo contada de forma impactante e moderna.

Fonte: http://www.folhavaledocafe.com.br

Volta Redonda - O público de Volta Redonda e região poderão assistir, neste final de semana, a história de um dos principais apóstolos de Jesus Cristo, baseada nos dias atuais. O filme ‘Meu nome é Paulo’ será exibido em sessões especiais no Cine-Teatro Gacemss 2, na Vila Santa Cecília, nesta sexta, sábado e domingo (dias 15, 16 e 17). As sessões, promovidas pela Mega Entretenimento, acontecem às 19 horas, sexta e sábado, e às 16 horas no domingo.

A produção norte-americana foi lançada no circuito brasileiro em março. Agora, o Sul Fluminense terá sua chance de prestigiar um dos filmes cristãos mais elogiados pela crítica nos últimos anos. Nos Estados Unidos, ‘Meu nome é Paulo’, mesmo sendo uma produção de baixo orçamento, conseguiu surpreender os críticos por ser um filme com qualidade técnica e história surpreendentes. O filme fez tanto sucesso que a continuação -- ‘Meu nome é Paulo 2’ -- já está em início de produção e será lançada em 2017 nos cinemas estadunidenses.

O longa-metragem conta a história da conversão de Paulo, que persegue os adeptos do “Caminho”, liderados por Pedro, adaptando a narrativa bíblica ao século XXI.  No filme, todo o contexto em que se estruturou a Igreja Primitiva é transportado para os dias atuais e mostra uma sociedade avessa à fé, onde as autoridades investem pesado na perseguição aos cristãos.

Cego pelo ódio, Paulo (Andrew Roth) está determinado a encontrar e matar Pedro (Elijah Chester), o inimigo de seu líder. Ele só não esperava que um terrível acidente, e uma descoberta milagrosa, o levariam a sair de seus planos direto para uma impactante experiência de autodescoberta, através da qual aprende a viver e a amar ao próximo.

“O cinema cristão tem crescido muito, tanto lá fora quanto aqui no Brasil. Porém, aqui ainda são poucos os espaços dados para esse tipo de produção. Estamos trazendo esse filme para Volta Redonda e região como uma forma de permitir que o público tenha uma opção diferenciada de lazer, aliado ao trabalho de evangelização que o filme também propõe. A receptividade tem sido bem grande e a ideia é seguir trazendo outras produções dessa linha para a região”, comentou Celso de Carvalho, diretor da Mega Entretenimento e produtor cultural.

Os ingressos seguem sendo vendidos na bilheteria do Gacemss ao preço de R$ 12 (meia entrada individual). Em caso de compra para grupos a partir de cinco pessoas, o ingresso sai a R$ 10. Grupos maiores podem ainda fazer reservas pelo telefone 3347-1955. Os ingressos são limitados a 120 lugares por sessão.



www.amigosdebolso.com.br

Vaticano assina seu primeiro acordo com Estado da Palestina

Acordo determina atividades da Igreja Católica nos territórios palestinos. Para OLP, documento faz do Vaticano o 136º país a reconhecer Estado.

Por: France Presse

O Vaticano e o "Estado da Palestina" chegaram a um acordo de princípio sobre o estatuto e as atividades da Igreja Católica nos territórios palestinos, confirmando seu pleno reconhecimento desta entidade, enquanto as negociações com Israel permanecem paralisadas.

A Santa Sé utilizou pela primeira vez, em fevereiro de 2013, a expressão "Estado da Palestina", após a admissão da Palestina como um Estado observador nas Nações Unidas, em novembro de 2012.
O acordo, negociado há 15 anos, aborda aspectos essenciais da vida e da atividade da Igreja na Palestina, segundo anunciou nesta quarta-feira (13) a Santa Sé em um comunicado.

"O acordo será apresentado às respectivas autoridades para aprovação antes de definir uma data para a assinatura em um futuro próximo", indicou o Vaticano no texto divulgado depois de uma reunião de trabalho da comissão bilateral entre o Vaticano e palestinos.

De acordo com a agência especializada I.Media, o acordo poderia ser assinado já no próximo fim de semana, durante a visita do presidente palestino, Mahmud Abbas, por ocasião da canonização de duas freiras palestinas, Mariam Bawardi e Marie-Alphonsine Ghatas, no domingo.

Há mais de dois anos, o Vaticano tem se posicionado em conformidade com a designação da ONU, lamentando que o Estado em questão não exista de fato.

Em 12 de dezembro de 2013, o papa Francisco recebeu as credenciais de um embaixador da Palestina, Kasisié Isa, que está no anuário pontifício como "embaixador extraordinário e plenipotenciário, representante do Estado da Palestina ante a Santa Sé".

"É claro que a Santa Sé considera a Palestina como o Estado da Palestina (...). O que é novo é que, pela primeira vez, isso é expresso por ocasião de um acordo", indicou à AFP o porta-voz do Vaticano Federico Lombardi.

O acordo sobre o lugar da Igreja nos territórios palestinos também expressa o apoio do Vaticano a uma solução "para o conflito entre israelenses e palestinos como parte da fórmula de dois Estados", indicou o Monsenhor Antoine Camilleri, chefe da delegação Santa Sé, em uma entrevista ao jornal Osservatore Romano.

Monsenhor Camilleri expressou a esperança de que o acordo possa "de maneira indireta (...) ajudar os palestinos a ver estabelecido e reconhecido um Estado palestino independente, soberano e democrático, vivendo em paz e segurança com Israel e os seus vizinhos" .

O 136º país

Para a Organização para a Libertação da Palestina (OLP), este acordo faz do Vaticano o 136º país a reconhecer o Estado palestino.

"Esse reconhecimento inclui as fronteiras de 1967 e, portanto, Jerusalém Oriental como Palestina, uma posição corajosa do Vaticano", assegurou uma autoridade palestina.

Para Israel, no entanto, "tal decisão não faz avançar o processo de paz e afasta a liderança palestina da mesa de negociações bilaterais", afirmou um funcionário do ministério das Relações Exteriores.
"Israel vai analisar este acordo e considerará suas consequências", disse a fonte.

A Santa Sé, que mantém relações com Israel desde 1993, também negocia, desde 1999, um acordo sobre os direitos jurídicos e econômicos da congregações católicas no Estado judaico, em particular isenções fiscais. Mas cada reunião semestral terminou em fracasso.

Há anos, o Vaticano faz um exercício diplomático delicado entre Israel e os palestinos, por ter implementado comunidades católicas em ambos os lados deste berço do cristianismo, que continua a ser um importante local de peregrinação.

Por um lado, quer evitar ofender Israel e despertar críticas ligadas ao papel da Igreja na história do antissemitismo na Europa. Mas, por outro, também defende uma solução de dois Estados, um estatuto especial reconhecido para Jerusalém, cidade das três religiões monoteístas, e os direitos dos palestinos na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.

Durante a sua visita à região em maio de 2014, o papa Francisco inesperadamente parou em frente ao muro de separação do lado palestino, o que foi desaprovado pelos israelenses.


www.amigosdebolso.com.br