quarta-feira, 24 de junho de 2015

Papa admite a necessidade da separação do casal em alguns casos

Francisco disse que principal caso para separação é violência doméstica. Igreja mantém debates sobre como encarar as famílias contemporâneas.

Fonte: Da France Presse / http://g1.globo.com

Papa admite a necessidade da separação do casal em alguns casos
Papa Francisco
O Papa Francisco reconheceu nesta quarta-feira (24) que a separação do casal em alguns casos é inevitável e até "moralmente necessária", principalmente quando reina a violência no lar, em uma clara mensagem de abertura ante os desafios da família moderna.

 "Existem casos em que a separação é inevitável, inclusive moralmente necessária, para tirar os filhos da violência e da exploração e até da indiferença e estranhamento", afirmou o Papa ante milhares de peregrinos reunidos na audiência-geral de quarta-feira na praça de São Pedro.

"Peçamos ao Senhor uma grande fé para ver a realidade com o olhar do Senhor", enfatizou.
A mensagem do Papa foi lançada um dia depois da apresentação no Vaticano do documento que guiará em outubro o sínodo dos bispos de todo o mundo dedicado à família e no qual propõe "acompanhar os divorciados e as famílias com filhos gays".

O Papa falou das "feridas profundas" que provoca a separação aos filos e rejeitou o termo "casais irregulares".

"Não estaremos anestesiados em relação às feridas da alma dos filhos? Quando mais se tenta compensar com presentes, mais se perde o sentido das feridas da alma", afirmou.

"Como acompanhar os casais em dificuldades?", questionou ainda.

A reflexão faz parte dos intensos debates que os bispos mantêm há mais de um ano sobre como encarar os desafios das famílias contemporâneas, em particular a delicada questão de autorizar a comunhão para os divorciados que voltaram a casar, argumento que gera divisões.

A Santa Sé revelou que conseguiu um "acordo comum" para propor um "caminho penitencial", sob a autoridade dos bispos, para reintegrar à Igreja católica os divorciados que voltaram a se casar, algo que foi considerado um sinal de abertura.

Sinais de abertura

O Vaticano reafirmou claramente na terça-feira a indissolubilidade do casamento, mas abrindo caminho para a reflexão e encorajando os casais casados civilmente a dizer sim na Igreja, no documento de trabalho do sínodo.

Este "instrumentum laboris" de 147 artículos, apresentado terça-feira à imprensa, aparece como uma síntese entre a abertura prudente de alguns prelados ocidentais sobre os divorciados, os homossexuais, as uniões civis, e a reafirmação da doutrina do casamento indissolúvel entre um homem e uma mulher.

Ele reflete o profundo embaraço da Igreja, dividida entre conservadores, especialmente nos países do sul, contra qualquer mudança, e uma linha mais moderna, ansiosa por aberturas reais.

Toda relação final do primeiro sínodo de outubro de 2014, incluindo três parágrafos contestados que não atingiram a maioria de dois terços (sobre os divorciados e os homossexuais), foi retomada e enriquecida com uma reflexão sobre centenas de respostas fornecidas pelas dioceses a um questionário enviado por Roma.

Sob condições muito estritas, "um caminho penitencial" poderia permitir divorciados que voltaram a se casar civilmente a receber a Comunhão.

O documento refere-se a um "consenso" em torno deste "caminho" para os divorciados cujo primeiro casamento seria reconhecido como inválido e que já estariam envolvidos em uma "relação irreversível".

Um "amplo consenso" também parece incidir sobre um melhor acesso aos procedimentos de invalidação matrimonial, "eventualmente gratuito", enquanto o processo atual é pago e extremamente complexo.

O documento também observa o aumento da coabitação e dos casamentos civis: "é desejável promover caminhos para que as pessoas que coabitam ou que sejam casadas no civil possam chegar ao casamento religioso.".

O documento menciona brevemente os homossexuais, citando "projetos de acompanhamento pastoral" para a sua integração na Igreja. "Mas não há base para estabelecer analogias entre as uniões homossexuais e o plano de Deus para o casamento e a família", reafirma o documento.

"Sobre o casamento, entendemos como o casamento entre um homem e uma mulher", realidade "distinta" das uniões homossexuais, salientou o relator geral do sínodo, o bispo italiano Bruno Forte.
No entanto, a Igreja tem o "desafio pastoral" de garantir "que ninguém, incluindo os homossexuais, ninguém se sinta excluído", acrescentou o prelado.

O secretário-geral do sínodo, o cardeal Lorenzo Baldisseri, se declarou contra a "confusão" contemporânea sobre o conceito de família, citando o papa Francisco para argumentar que "a supressão da diferença (entre homens e mulheres) é o problema, não a solução".

A posição conservadora dos prelados africanos é visível em um parágrafo de texto, considerando qualquer pressão "inaceitável" e denunciando a pressão de organismos internacionais, que "condicionam a ajuda financeira aos países pobres à introdução de leis que instituem o casamento entre pessoas do mesmo sexo".

Leia mais em http://g1.globo.com/


www.amigosdebolso.com.br

Para sua reflexão - Silvio Santos, você sempre acreditou em Deus?

PARA SUA REFLEXÃO.

Silvio Santos, você sempre acreditou em Deus?
(esta foi a pergunta feita por Nelson Rubens, ao apresentador Silvio Santos). Veja a resposta:

EU ACREDITO, é claro!

Deus me deu saúde, me deu raciocínio.

Deus me deu:
A Consciência (que me rege em 1º lugar),
A Razão (que me rege em 2º lugar),
E o Coração (que me rege em 3º lugar).

Quando a minha Emoção começa a tomar conta de mim, vem a minha Razão e fala: "O que é isso? que besteira é essa?"

E ainda, quando a minha Emoção (Coração) vem da minha Razão, vem a minha Consciência e fala: "Olha! eu vou te acompanhar até o último suspiro hein..."

Então, a minha Razão policia a minha emoção; E a minha Consciência, policia a minha Razão e a minha Emoção (coração).

Então eu me preocupo com o hoje! só o hoje.

Amanhã, se eu tiver saúde, e esse Deus! (que pode ser o meu Deus, que pode ser o Deus que está dentro de cada um de nós, que pode ser o Deus natureza, o Deus dos ecologistas, que pode ser o Deus dos Budistas, não importa...) esse Deus, que nos rege e que nos diz o seguinte: AMAI AOS OUTROS COMO A TI MESMO!


Esse é o Deus que eu acredito.

Senor Abravanel (Silvio Santos)

Assista o vídeo:


Fonte: Youtube


www.amigosdebolso.com.br

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Homem fica nu por mais de seis horas em telhado de igreja na Serra

O rapaz é conhecido no bairro por andar pelas ruas e conversar sozinho. O homem chegou ao local, por volta das 23h30. No momento, um grupo de fieis fazia orações

Fonte: http://www.folhavitoria.com.br

Um homem, que sofre de transtornos mentais, ficou complemente nu após subir no telhado de uma igreja, na madrugada desta segunda-feira (15), em Nova Carapina 2, no município da Serra.

De acordo com informações de uma moradora, o homem chegou ao local, por volta das 23h30, deitou. No momento, um grupo de fieis fazia orações. Ainda vestido, ele teria deitado no chão. Em seguida, levantou-se, subiu no telhado, quebrou parte da cobertura e retirou toda a roupa.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar estiveram no local tentando retirar o homem, mas não obtiveram êxito.

Segundo a responsável pela igreja, o jovem permaneceu no local por cerca de seis horas. Quem o socorreu foi um morador da região. O rapaz é conhecido no bairro por andar pelas ruas e conversar sozinho.





www.amigosdebolso.com.br

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Papa cria tribunal para julgar bispos que acobertaram abusos infantis

Pontífice ordenou a criação de um tribunal para esses casos. Os julgamentos são uma demanda antiga das vítimas de abusos.

Fonte: http://g1.globo.com
Da France Presse

Papa Francisco durante discurso após a oração do Ângelus dominical da janela do Palácio Apostólico do Vaticano neste domingo (7) (Foto: AFP)
O Papa Francisco autorizou o julgamento por "abuso de poder" de bispos que eventualmente acobertaram padres denunciados por abuso sexual de menores, informou o Vaticano nesta quarta-feira (10).

Os casos serão julgados por um novo tribunal, uma seção judiciária que estará a cargo de uma sessão da Congregação para a Doutrina da Fé, o braço do Vaticano para doutrinamento, explicou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.

Segundo ele, os bispos poderão ser julgados se falharam em tomar medidas que preveniriam os atos de abuso.

A partir de agora, a congregação para a Doutrina da Fé será a responsável por julgar os bispos em relação ao delito de "abuso de poder episcopal". Esse delito foi revisado porque já existia no direito canônico, mas agora estão estabelecidos os mecanismos para abordar os casos, completou Lombardi.
Esta é uma reforma importante para mostrar o compromisso de Francisco na luta contra o abuso sexual de crianças por religiosos. Ele criou no ano passado uma comissão, formada por 17 pessoas de várias nacionalidades e vários laicos, incluindo representantes das vítimas, para lutar contra a ocultação de abusos, uma prática corrente nas últimas décadas dentro da Igreja Católica.

Parte dos trabalhos da comissão é ajudar as dioceses a colocar em prática ações para prevenir o abuso e trabalhar com as vítimas no processo de superação dos traumas. Oito membros são mulheres.
Presidida pelo cardeal americano Sean O'Malley, a comissão elaborou a proposta, que foi aprovada pelo papa.

Francisco autorizou recursos para a criação do tribunal, como a alocação de pessoal. Ele também irá nomear um secretário para auxiliar o Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé no trabalho.

O Papa ainda estabeleceu um período de cinco anos para desenvolver a nova seção judiciária e realizar uma avaliação formal de sua eficácia.

Responsabilidade indireta

Grupos de vítimas lutam há anos para que o Vaticano estabeleça procedimentos claros para fazer os bispos serem responsabilizados pelos abusos em suas dioceses, mesmo que eles não sejam diretamente responsáveis pelos atos.

As acusações contra os bispos seriam primeiramente investigadas por um dos três departamentos do Vaticano, dependendo de qual jurisdição o bispo está, antes de ser julgado pelo departamento de doutrinamento.

Em fevereiro, Francisco ordenou que bispos ao redor do mundo a priorizar a cooperação com a comissão para extinguir os flagelos dos abusos, mesmo que isso faça com que novos casos apareçam.


www.amigosdebolso.com.br

terça-feira, 9 de junho de 2015

Bala perdida é detida por uma bíblia!

Não é atoa que a Bíblia é chamada de escudo ou espada por muitos Cristãos; No ano de 2013 um casal escapou da morte, graças a uma bíblia que levavam consigo. Ela serviu de escudo contra uma bala perdida.

Bíblia vira escudo contra Bala perdida
Um casal (no Rio de Janeiro), viajava de moto (Em nov/2013) a caminho da Igreja, quando de repente ouviram muitos tiros! Assustados, aceleraram a moto e continuaram seu caminho, sem perceber que haviam sido alvos de uma bala perdida.

Ao chegarem na Igreja, eles notaram que sua bíblia estava danificada. Estava perfurada, como se alguém tivesse enfiado uma caneta ou algo do tipo.

Eles pensaram que pudesse ter sido uma criança; Mas, ao abrirem a bíblia constataram o milagre de Deus!

Uma bala de revolver havia perfurado a bíblia e esta presa entre suas páginas, exatamente no livro do Apocalipse!

Bala na Bíblia
Bala fica alojada na Bíblia, exatamente em Apocalipse 2


Deus é Fiel!

Ver no youtube:





www.amigosdebolso.com.br

domingo, 7 de junho de 2015

Fernanda Brum canta ao lado de uma jovem Gari, no programa Domingo Legal

Celso Portiolli prepara surpresa para Renata (Gari, na cidade de Cabedelo). Ela cantou ao lado de Fernanda Brum e recebeu muitos presentes.

O dia 07 de junho de 2015, será marcado por toda a vida na história da gari, Renata, que emocionou todo o Brasil. No palco do programa Domingo Legal, do SBT, Renata não sabia que iria realizar seus grandes sonhos: cantar em um coral, conhecer Fernanda Brum com quem ela tem grande estima, ganhar um curso de canto e ainda conquistar verba para a reforma da sua casa.

Fernanda Brum e Renata (Gari, Cabedelo)

Mas as emoções não pararam por aí! Sem saber que a cantora estava no meio dos coristas, Renata se surpreende ao ouvir a voz da Fernanda Brum, disfarçada, e se emociona ao lado da cantora. As duas cantam com muita emoção, ao vivo, com a orquestra e o coral.

E quando a paraibana Renata pensava que já tinha realizado todos os seus sonhos, Fernanda Brum revelou a jovem que ela tem fé e condições de conquistar muito além. Por isso, ela estava ganhando a oportunidade de gravar um single nos estúdios do produtor e esposo da cantora, Pr. Emerson Pinheiro e também a gravação do seu próprio clipe.

E foi nesse clima emocionante que Fernanda também recebeu homenagens no palco ao assistir os depoimentos gravados pela sua família, mostrando para todo o Brasil o seu lado esposa, mãe e filha. Muita emoção!

Fernanda Brum Realiza sonho de fã no programa Domingo Legal, do SBT - Assista e compartilhe!






www.amigosdebolso.com.br

terça-feira, 2 de junho de 2015

Fred se firma na igreja e deixa bebidas e baladas para trás

O atacante do Fluminense é membro de uma igreja localizada na zona Sul do RJ

Por: http://extra.globo.com


O centroavante do Fluminense continua frequentando os cultos de uma igreja evangélica, na Zona Sul do Rio, sempre com discrição. No ano passado, quando vazaram fotos do jogador no local, ele chegou a passar um tempo sem aparecer, mas voltou a frequentá-lo. Aos companheiros de oração, ele quer ser, mais do que nunca, um exemplo. E a preocupação com a boa imagem ficou ainda maior. O lado espiritual ganhou mais força depois do fracasso da seleção brasileira (e seu) na Copa do Mundo.


Don Fredón está aposentado. Aquele conquistador que parava meninas no trânsito e fazia a artilharia disparar nas noitadas ficou no passado. Fred quer mostrar que mudou. Não é só porque o jogador está em seu primeiro relacionamento sério desde que explodiu no Fluminense, sendo bicampeão brasileiro pelo clube carioca — ele e Paula Armani começaram a namorar em dezembro de 2013. O centroavante está cada dia mais devoto. Deixou de beber, não frequenta mais festinhas e tem a religião como sua segunda grande prioridade, depois do futebol.

No domingo à noite, depois da euforia de vencer um Fla X Flu em pleno Maracanã, com direito a marcar dois gols, Fred foi jantar num restaurante italiano do Leblon com um grupo de amigos. Na mesa, nada de bebida alcoólica. Algumas horas depois, já estava a caminho do apartamento onde vive, no mesmo bairro.


Fonte: http://extra.globo.com